Influencers Marketing: o papel das celebridades na propagação da marca

Os influenciadores sempre existiram como ferramentas de marketing. Desde o início da comunicação de massa, pelas mídias impressas, na era do rádio e com a popularidade da TV, os garotos propaganda – celebridades, artistas, atletas ou pessoas de alto prestígio em seus segmentos – ajudam a construir mensagens de marca e a estimular hábitos culturais e de consumo.

Eles têm credibilidade ilimitada em seu rol de atividade. Uma supermodelo, por exemplo, é um ícone de beleza e estilo, que dá respaldo a itens, serviços e marcas relacionadas ao seu meio. A partir do momento em que o influenciador vincula ações ao seu lifestyle e comportamento, as pessoas que o acompanham ou admiram são imediatamente alcançadas.

Criamos uma empresa focada no fomento da migração da audiência e dos produtores de conteúdo para plataformas digitais, que hoje podem ser acessadas em todas as telas – TV, computador, smartphone, tablet, etc.

Era o momento ideal para um processo em ascensão: a criação e popularização das plataformas sociais, que permitem que todas as pessoas tornem-se um veículo de comunicação. A diferença da iFruit de hoje para a de dois anos atrás é que os processos passaram de uma aposta certeira para algo consistente, baseado em dados e resultados concretos. Os influenciadores são hoje os líderes dessa audiência e a agência firmou-se como pioneira nesse segmento.

"Há dois anos a iFruit criou um mercado que hoje é a nova onda da publicidade, em que marcas podem e querem se posicionar diretamente com seu público, que também busca interação"

A estratégia foi e continua sendo criar soluções – com produtores de conteúdos autênticos – de como posicionar uma marca para milhões de usuários de forma organizada. Isso é possível por meio das mais avançadas tecnologias do mercado, utilizando o poder de persuasão dos influenciadores com uma audiência qualificada, dentro de um perfil de público determinado.

Encontramos a resposta à pergunta simples: o que as pessoas tanto fazem na Internet. Plataformas como Facebook, Twitter e Instagram roubam o tempo de navegação de grandes sites e portais de notícias. 80% do tráfego online está atrelado a algum tipo de influenciador, que pode ser um chef de cozinha, uma blogueira de moda, um esportista vencedor, um artista proeminente, dentre outros. Seu impacto é muito mais eficiente do que um guia impresso de grande circulação ou um programa de TV, por exemplo.

Hoje, somente em suas redes sociais, os influenciadores digitais podem conversar com até 20 milhões de pessoas de uma vez, uma covardia frente aos meios tradicionais. Ter expertise graças ao time de especialistas e às tecnologias de ponta para criar estratégias de marca e aproveitar as oportunidades é o grande trunfo da iFruit.

Artigo encaminhado por Felipe Lacocca, sócio diretor da iFruit.

Deixe seu comentário: