Mais da metade da população mundial está offline

Estima-se que cerca de 60% dos habitantes do mundo - mais de 4,5 milhões de pessoas - não tem acesso a internet, o que representa um grande potencial para o futuro dos negócios bem sucedidos e novas formas de ganhar dinheiro.

A web continua sendo um ótimo lugar para fazer negócios, especialmente se considerarmos o grande número de pessoas que serão incluídas nessa tecnologia de forma que os países em desenvolvimento melhorem suas taxas de conectividade.

A internet é a ferramenta mais democrática que existe, onde todas as pessoas, em condições iguais, podem ter acesso à venda de produtos e serviços em apenas um clique. Nos países emergentes, onde se conta com grandes habilidades, conhecimentos e adaptação a toda circunstância, internet barata somada a plataformas como o Freelancer.com podem realmente melhorar radicalmente o status econômico de famílias inteiras.

A primeira coisa que as pessoas vão fazer, quando finalmente tiverem acesso à internet, será encontrar formas de ganhar dinheiro com essa nova capacidade de se conectar com milhões de pessoas do mundo inteiro. Certamente eles irão juntar-se às redes sociais, publicar fotos ou compartilhar notícias e pensamentos em 140 caracteres, mas acreditando principalmente que a internet pode ser o meio para uma fonte de renda. E é aqui onde os mercados online entram em ação e os serviços de venda se tornam o caminho para sair da pobreza.

O Freelancer.com conta com mais de 15 milhões de usuários registrados – sendo o maior site para conectar empregadores e autônomos do mundo – com mais de 7,6 milhões de projetos publicados e mais pessoas estão se unindo para conseguirem o que desejam, desde o desenvolvimento de software, redação, design de engenharia, ciências, vendas e marketing, contabilidade. Por dia, cerca de 5000 novas oportunidades são compartilhadas.

 A força mais transformadora para o bem no mundo em desenvolvimento será a proliferação de acesso à internet a baixo custo. Com acesso à internet, não importa onde alguém vive e não importa sua origem socioeconômica, podemos conseguir a educação gratuita e agora, com plataformas como o Freelancer.com, a capacidade de gerar renda encontrando um trabalhado através de um mercado global. A missão do nosso portal é fazer mudanças benéficas a longo prazo na vida de 1 bilhão de pessoas, dando mesmo que um único trabalho. Nessas últimas semanas, alcançamos a marca de 7,5 milhões de trabalhos publicados na plataforma, que são oportunidades de renda e nós estamos a um pequeno passo para o caminho que é alcançar a nossa missão.

Nunca foi tão fácil encontrar trabalho e aumentar a capacidade das empresas para realizar seus projetos com custos mais baixos. Trabalhadores independentes (freelancers) em países como Índia, Bangladesh, Argentina, Brasil, Colômbia e México, entre muitos outros exemplos, estão se beneficiando em grande medida por conseguirem ganhar mais de USD10 por hora x as pessoas que ganham apenas USD10 por dia. Na verdade, no Freelancer.com a média paga é de USD 200 para um trabalho que dure, em média, 4 dias. Em muitos casos, isso significa que as pessoas podem construir negócios de grande êxito. Com mais pessoas com acesso à internet nos próximos anos, veremos um mundo mais inteligente e mais conectado, onde todos têm a oportunidade de ganhar mais do que um salário mínimo e criar uma economia próspera.

Artigo de Sebástian Siseles, diretor internacional, responsável pela expansão global do Freelancer.com. Especialista em finanças corporativas e práticas gerais de negócios, o executivo também fundou em 2009 a Weemba.

Deixe seu comentário: