ADFestivals

A era da fake news: Será que é mesmo tudo besteira?

Cannes

Não importa de onde você vem ou qual é o seu tipo de negócio. Todos vivemos a era do fake news e há um incessante bombardeio de besteiras que invadem o nosso dia a dia. David Remnick, editor da revista americana New Yorker, apresentou no palco do Cannes Lions a palestra “Na Era da Fake News” e alertou o público sobre o acúmulo de bobagens que a mídia oferece diariamente.

Seja no mundo da propaganda, política ou show business, são várias histórias nonsense que aparecem. “Você pode ser até um cara cínico. Com o poder da internet das mídias sociais é possível tentar vender qualquer coisa e conquistar o que quiser”.

Donald Trump é mesmo o rei das fake news?

Buscar a verdade por inteiro está sendo praticamente impossível devido os incontáveis boatos. O que podemos fazer é tentar separar o que é aproveitável e os hoax. Mas será que é mesmo possível eliminar todas as besteiras online?

David tentou explicou a diferença entre quem fala mentira ou besteira. O mentiroso sabe o que é verdade enquanto quem fala besteira não está nem aí para a verdade.

De acordo com ele, Trump representa as duas faces entre a mentira e a besteira. “Os melhores Taco Bells você encontra na Trump Towels”, “Eu tenho a melhor memória do mundo”, “Climate Change é um trote dos chineses”, entre outras alegações que de acordo com David transformaram Trump no rei das fake news.

David mencionou ainda que a vitória presidencial de Trump deve-se ao fato que ele foi capaz de construir um império de fake news no Buzzfeed e por meio de centenas de páginas falsas que captavam milhares de seguidores e mencionavam situações absurdas como, por exemplo, o encorajamento de Bill Clinton à corrida do republicano pela Casa Branca.

Dificilmente escaparemos ilesos dos desafios da comunicação atual e precisamos nos proteger. O nosso maior dilema é tentar digerir a informação com a constante dúvida: é verdade ou mentira?

David finalizou o seu seminário deixando no ar a seguinte questão: “Será que a vitória de Trump foi uma consequência de sua capacidade de criar fake news?”

*Texto originalmente publicado no Acontecendo Aqui e parte da parceria de conteúdo com o Adnews para a cobertura do Cannes Lions 2017.

Deixe seu comentário: