Moana e as princesas da Disney

moana

A chegada de Moana: Um Mar de Aventuras aos cinemas marca a apresentação de uma nova princesa da Disney. Determinada, aventureira, independente, a princesa polinésia Moana é um personagem perfeito para as meninas, ressaltando aquilo que todo o mundo sempre soube. A Disney sabe como ninguém refletir os caminhos e a atualidade do mundo. Não é à toa que os produtos com a marca das princesas geram aproximadamente 5.5 bilhões de dólares por ano, isso sem contar os produtos de Frozen, que foi lançado em 2013, e que somente em 2014 vendeu nos Estados Unidos mais de 530 milhões de dólares em bonecas e roupas, segundo publicado no site Brandequity.

Uma vez perguntei ao presidente da Walt Disney Animation Studio, Andrew Millstein, qual era a receita para escolher entre filmes com animais como Zootopia e Procurando Dory, e os filmes de Princesas. Ele me respondeu que sempre há vários projetos sendo desenvolvidos por diferentes grupos dentro do estúdio, e que todos são analisados para melhor se acomodar numa agenda de lançamentos. É claro que não deve ser tão simples assim, mas de qualquer maneira, os longas com as princesas têm o seu público cativo e cada vez mais vêm conquistando meninas em todo o mundo.

Como todas elas, cresci assistindo os desenhos da Disney, então listei aqui as “minhas princesas favoritas” – por ordem de preferência. Acho que vale uma maratona com bolo, brigadeiro e pipoca nessas férias das crianças (antes ou depois de conhecer Moana no cinema).

- Mulan - Mulan (1998)

É o desenho da Disney que mais me emociona (quando todos se curvam quase no final). Uma jovem chinesa se faz passar por homem para salvar a honra da família e se torna uma heroína. Tecnicamente, Mulan não é uma princesa, mas quem se importa? Ela é o máximo.

- Belle – A Bela e a Fera (1991)

A Bela e a Fera foi o primeiro desenho animado a ser indicado ao Oscar na categoria melhor filme. É considerado até hoje o mais belo desenho da Disney, com músicas simplesmente inesquecíveis. Este ano, a versão com atores vai chegar aos cinemas, com Emma Watson como Belle.

- Aurora – A Bela Adormecida (1959)

A minha favorita entre as “primeiras princesas”. Foi o último conto de fadas produzido pela Disney até seu “renascimento” 30 anos depois com A Pequena Sereia. E além de tudo, ainda tem Malévola, a mais perfeita das vilãs.

- Ariel – A Pequena Sereia (1989)

A Disney retomou sua época de ouro com a chegada e o estrondoso sucesso de A Pequena Sereia. Ganhou Oscar de melhor desenho e canção – Under the Sea. Mas a minha preferida é Kiss the girl.

- Anna e Elza – Frozen: Uma Aventura Congelante (2013)

Em 2014, Frozen se tornou o filme de animação e musical de maior bilheteria da história – 1.097 bilhão de dólares. Quem não conheceu a história das irmãs Anna e Elza e ouviu um milhão de vezes a canção Let it Go? Eu adoro!

- Cinderella – Cinderela (1950)

Este foi o filme que salvou as finanças da Disney que desde Branca de Neve não tinha um grande sucesso. Ainda hoje, é um de seus personagens mais icônicos. Em 2015, houve uma bela versão com atores, com Lily James como Cinderella.

- Rapunzel – Enrolados (2010)

Gosto muito de toda a parte de ação e aventura do desenho, que tem uma das trilhas sonoras mais fracas entre todas já produzidas para as princesas. A ideia de não usar o nome da princesa no título foi para atrair também os meninos.

-Pocahontas – Pocahontas (1995)

O mais triste e dark de todos os desenhos das princesas. Tem tiros, preconceito, dominação, e o casal central separado ao final. Mas as músicas são lindíssimas. Aliás, alguém lembra que a voz original do mocinho John Smith era de Mel Gibson? E que ele cantava?

- Branca de Neve – Branca de Neve e os Sete Anões (1937)

É difícil imaginar o impacto que este filme teve em 1937 no público. Para se ter uma ideia, Sergei Eisenstein, diretor do clássico O Encouraçado Potenkim, dizia que era o maior filme já feito. Até hoje, é considerado o grande clássico do estúdio, tendo inclusive ganhado um Oscar especial na época.

- Tiana – A Princesa e o Sapo (2009)

O filme apresentou a primeira princesa negra da Disney e tinha lindas canções (duas indicadas ao Oscar). Mas acabou sendo o menos bem-sucedido nas bilheterias na história recente das princesas do estúdio. Entretanto, é divertido e emocionante.

- Jasmine – Alladin (1992)

Pobre Jasmine! Na época as pessoas não ligaram muito para ela já que o grande destaque de Aladim era o gênio (com a voz inimitável de Robin Williams). Mas a bela cena no tapete mágico valeu à A Whole New World o Oscar e o Globo de Ouro de melhor canção.

- Merida – Valente (2012)

Na verdade, Valente foi produzido pela Pixar, logo depois da aquisição pela Disney. Merida foi a primeira história de princesa que não foi baseada em um personagem pré-existente ou histórico. Além disso, foi a primeira a não ter um interesse amoroso (o que volta a acontecer agora em Moana). Mas para mim é a mais chatinha de todas.

Valente, Enrolados, A Princesa e o Sapo e Pocahontas também estão disponíveis na Netflix.

Deixe seu comentário: