O retorno, com reboot, de Once Upon a Time

once

Once Upon a Time, exibida aqui pelo canal Sony, é muito popular. Numa entrevista recente que fiz com Lana Parrilla, a estrela da série, ela chegou a me dizer que os fãs brasileiros são os mais apaixonados que ela conhece. Então, é com grande expectativa que muita gente está aguardando para saber o que vai acontecer na sétima temporada, que estreia no canal no dia 16, às 21 horas, num reboot total.

Durante a sexta temporada de Once, o público chegou mesmo a ficar na dúvida se uma sétima existiria. A audiência nos Estados Unidos estava estável, até porque o romance entre Hook (Colin O’Donoghue) e Emma (Jennifer Morrison) tinha conseguido mobilizar uma audiência, que já vinha dando um certo sinal de cansaço. Mas quando Jennifer Morrison, a estrela, veio a público dizendo que aquela seria sua última temporada como Emma, todo mundo achou que a série iria acabar. Tanto que o último episódio exibido poderia muito bem ter sido um final definitivo, já que os produtores preferiram dar um final feliz (para alguns), caso a série fosse cancelada.

Mas, ainda não era hora, segundo os executivos da rede ABC, que exibe Once. Mas, ao voltar, ela teria que sofrer um reboot completo. E sem Jennifer Morrison. Logo foi anunciado que outros membros importantes do elenco também não retornariam – pelo menos não como parte do elenco fixo, somente como convidados. Isso incluía Ginnifer Goodwin (Snow), Josh Dallas (Charming), Emilie DeRavin (Belle) e Jared Gilmore (Henry). Um novo Henry, agora adulto contratado (Andrew J. West). E vários novos personagens foram criados.

Do elenco principal, ficaram Lana (Regina/Rainha Má), Rumple (Robert Carlyle) e Colin, o que rendeu mais preocupações aos fãs, já que isso poderia significar uma separação do casal Emma e Hook.

Logo começaram a chegar as informações. O tempo passou. Os personagens sofreram uma maldição, e vivem num universo paralelo, sem se recordar de seus verdadeiros nomes, nem do passado.  Regina virou Ronnie, e é uma dona de bar boazinha, por exemplo. Já no primeiro episódio, ainda com uma pequena participação do Henry menino, a situação é mais ou menos explicada. E no segundo, uma participação de Jennifer Morrison mostra os destinos de Emma e Hook (os shippers podem ficar tranquilos).

Nos Estados Unidos, a temporada já está na metade, mas as notícias não são muito boas. Os números de audiência não apresentaram melhora, e a probabilidade de cancelamento é grande. Ainda, entretanto, é esperar para ver como a série se sairá no resto da temporada.

Para conferir mais sobre os conteúdos criados por Eliane Munhoz entre no Blog de Hollywood.

Deixe seu comentário: