A trajetória da produção brasileira na visão de Eduardo Camargo, sócio da Mutato

dudu menor

Eduardo Camargo começou sua caminhada profissional cursando engenharia civil, mas trabalhou inicialmente no marketing do cartão Unibanco, trajeto que para ele funcionou como um sinônimo de “escola de marketing direto”. O bate-papo começa falando sobre tecnologia e banco de dados antes mesmo da internet, lá no início dos anos 90.

De lá para cá, o profissional trabalhou em algumas agências, inclusive foi ele quem fundou o primeiro departamento digital da Leo Burnett e também foi sócio-criador da Colmeia, produtora digital. Após um tempo, o profissional se desiludiu com o trabalho e foi para fora do país. Na gringa, Eduardo descobriu o que classifica como “esse negócio de conteúdo com tecnologia”. O resto é história e para conferir é só dar play no vídeo.

Deixe seu comentário: