Gfk assina contrato com mais um cliente no Brasil

tv

Empresa alemã que chegou ao Brasil para fazer concorrência com o Kantar IBOPE Media, a Gfk acaba de ganhar a adesão de mais uma emissora de TV no país. A Rede Brasil passa a se juntar ao SBT, RedeTV!, Record e TV Cultura como cliente do instituto de pesquisas. Diretora Comercial, de Marketing & Client Services da Gfk no Brasil, Fernanda Muradas avalia que "2016 foi um ano de muito progresso para a medição de audiência da Gfk e a parceria com a Rede Brasil é um importante marco" para a empresa.

A Gfk vem procurando se impor num mercado dominado pelo Kantar IBOPE, com oferta de serviços como a flexibilidade e a granularidade da informação, agregando dados por nichos com o auxílio de softwares e fazendo parcerias com outras empresas. Uma delas prevê novidades com a Nielsen para 2016, no campo da publicidade: a ideia é entregar a agências e anunciantes um resultado consolidado dos efeitos da propaganda de um mesmo produto na soma entre campanhas da TV e da internet e televisão, com cruzamento de dados. 

A GfK tem um painel de 6.500 domicílios espalhado pelas mesmas 15 regiões metropolitanas mensuradas pelo Kantar IBOPE, que, por sua vez, também ampliou sua mostra para pouco mais de 6 mil domicílios quando tomou conhecimento dos planos da Gfk por aqui, ainda no ano passado. Aliás, se ainda não conseguiu seduzir os principais clientes do Kantar IBOPE, a Gfk tem servido em boa parte para ampliar a acessibilidade da imprensa aos dados do Kantar IBOPE. A Globo também tem acompanhado de perto os serviços oferecidos pelos alemães, mas ainda não se mostra disposta a trocar um fornecedor por outro, nem a pagar duas vezes pelo serviço de medição de audiência de TV. Os números aferidos por ambas, no saldo final, têm se aproximado bastante, o que desencoraja o mercado a pagar dois institutos pelo mesmo serviço. Conhecendo este aspecto é que a Gfk tem procurado se diferenciar da outra com preços mais atraentes e a entrega de dados que revelam mais detalhes sobre o comportamento do consumidor.

“Estamos muito satisfeitos em poder contar com a medição da GfK, que nos proporcionará a possibilidade de ampliarmos a qualificação de nossos produtos e ter um maior conhecimento de nossos telespectadores”, afirmou Marcos Tolentino, Presidente da Rede Brasil de Televisão.

Com o painel devidamente instalado, a Gfk espera avançar sobre novos clientes em 2017, tendo já, em se portfólio, algumas pequenas agência de publicidade. A conquista dos canais pagos internacionais já será uma tarefa mais árdua, visto que o Kantar IBOPE oferece a todos eles uma série de vantagens pelo pacote que abrange toda a América Latina.

Confira tudo sobre televisão e outras telas no Telepadi.   

Deixe seu comentário: