'A publicidade na internet briga com a indiferença'

BrunoBernardoPeppery

Na noite da última terça-feira (17) o auditório da Faculdade Cásper Líbero recebeu os publicitários Bruno Bernardo, sócio-diretor executivo de planejamento da Peppery, e Henrique Rojas, CCO da agência, para falar sobre os desafios do planejamento no mercado atual no segundo dia da 13ª Semana de Publicidade e Propaganda. Ex-alunos da Faculdade, os profissionais dividiram com o público, composto principalmente por estudantes, experiências e insights adquiridos em suas carreiras.

Bruno deu início à palestra com uma curiosa afirmação: “A Peppery é uma agência de canhotos”. A explicação vai além da coincidência de que os sócios não são destros. Segundo explicou o publicitário, desde o começo ficou claro que, assim como a maioria das coisas para os canhotos, o modelo de negócio praticado até então pelo mercado publicitário não havia sido feito para eles. A partir de então, afirma Bruno, surgiu a necessidade de repensar esse formato e dar forma ao negócio que ficou gravado como a marca da Peppery: “a business creative agency”.

O publicitário destacou ainda a importância da criação dentro de uma agência. “Criação é processo e não departamento”, afirmou. Para ele, é fundamental que esse processo tenha espaço em todos os departamentos da agência e não fique restrito exclusivamente àquele que carrega este nome.

Outro pronto levantado na apresentação foi a importância de mobilizar os esforços da agência para todos os trabalhos, dando a mesma atenção aos clientes, independente do tamanho de seu investimento no projeto. “Todo job é filé, mesmo se for osso”, brincou Bruno.

Os limites entre inventar e inovar, assunto que ronda a maioria das conversas entre publicitários, também foram discutidos na palestra. Os profissionais concordaram que a tecnologia em si não é uma ideia e que os recursos acabam virando commodities. O mais importante, segundo Rojas, não é a tecnologia em si, mas o que ela pode proporcionar de útil dentro da execução de uma ideia.

O CCO da Peppery afirmou ainda que uma das principais regras a serem seguidas no momento de pensar uma campanha publicitária é criar aquilo que você consumiria enquanto audiência, algo que apesar de simples pode ser esquecido em muitos momentos na euforia de criar grandes cases ganhadores de prêmios.

Henrique Rojas, CCO da Peppery
Henrique Rojas, CCO da Peppery

Os publicitários encerraram a apresentação dividindo alguns insights com os futuros comunicadores e, como não poderia deixar de ser, um dos principais diz respeito à produção publicitária para o online. “A publicidade da internet briga com a indiferença das pessoas”, declarou Bruno Bernardo. Por isso, para ele, é importante pensar na infinidade de assuntos que inundam a rede todos os dias antes de criar uma campanha. É preciso entender que aquele anúncio vai concorrer no feed das pessoas com uma série de outros vídeos, fotos e notícias e, por isso, se faz necessário pensar bem no momento adequado de se lançar para que essa concorrência não seja desleal.

"Em um mercado subjetivo, opinião custa caro", afirmou Bernardo, em uma provocação sobre a importância do debate e da tomada de posição no mercado publicitário. Para concluir, os publicitários Bruno Bernardo e Henrique Rojas deixaram a filosofia da agência como uma dica para seus futuros colegas de profissão: “Work hard and be nice to people” (“Trabalhe duro e seja bom para as pessoas”, em tradução livre do inglês).

Deixe seu comentário: