Samba, amor e interação marcam o fim da série No Gogó de Antarctica

casal

Foi ao ar esta semana (29) o último episódio da minissérie No Gogó feita por Antarctica. Com uma linguagem renovada, a série misturou ficção e realidade e já conquistou milhões de pessoas.

Com a autenticidade como tema principal, a web série brincou com o amor do ambulante Guto (Thiago Martins) que finge ser quem não é para conquistar sua musa da praia, a Duda (Eline Porto). No último episódio, já com a verdade exposta, todos saberão se essa história de amor, que ganhou um samba assinado por integrantes do Cacique de Ramos e Fundo de Quintal como trilha sonora, dará certo.

Foram cinco episódios, 2 filmes de bastidores, 8 vídeos exclusivos com conteúdo extra, três músicas desenvolvidas exclusivamente para a série e 52,8 milhões de visualizações até o momento. E entre todos, uma unanimidade, a torcida pela sequência da história de amor do casal. 

A história não se limitou aos episódios e o personagem principal ganhou um perfil nas redes, que soma 33.220 mil seguidores, como Guto da BOA.  A interação foi instantânea e espontânea. Fãs da série conversam, dão conselhos, fazem críticas e elogios e o “Guto” responde as publicações. Os números provam o êxito. A média de pessoas que ligaram os sons para ver os vídeos no facebook foi de 40% sendo que a média da plataforma é menor que 5%.

“A resposta de nossos consumidores não poderia ter sido melhor e pudemos construir a história a várias mãos, percebendo quais direções agradavam mais. A websérie nos mostrou uma nova forma de comunicar nosso produto e de nos comunicarmos e trouxe para a prática a autenticidade que prezamos em nossa relação com o Rio de Janeiro e como os cariocas. Estamos muito felizes com o resultado, com o elenco e toda a equipe que se envolveu profundamente neste projeto tão desafiador”, comenta Maria Fernanda de Albuquerque, diretora de marketing de Antarctica. 

Com a minissérie as buscas pela marca no Google aumentaram em 65% e 337% em cliques para o site com o início dos episódios. Os acessos orgânicos subiram 454% e um aumento de 217% em acessos diretos no site, ou seja, pessoas que digitaram diretamente o site de Antarctica. 

No Gogó teve roteiro de Alexandre Machado, direção de Quico Meirelles e concepção da AlmapBBDO. Assista todos os episódios na redes de Antarctica – clique aqui.

Confira abaixo o último episódio do projeto e as interações de Guto com internautas:

FICHA TÉCNICA – CAMPANHA NO GOGÓ

Diretor Geral de Criação: Luiz Sanches
Diretor Executivo de Criação: Bruno Prosperi
Diretor de Criação: Marcelo Nogueira, Benjamin Yung Junior
Direção de Criação Digital: Luciana Haguiara
Head of Art de Digital: Pedro Burneiko
Criação: Andre Arteze, Henrique Castilho, Andre Leotta, Tiago Padilia, Vitor Rolim, Mauro Miyashiro Maedo, Hugo Luquetti, Letícia Xavier
Diretor de Integração Digital: Kauê Cury
Diretora de Conteúdo: Chris Mello
Estratégia Digital: Mariana Cantarelli
Produtora: O2 Filmes
Direção: Quico Meirelles
Roterista: Alexandre Machado
Produção Executiva: Rafael Fortes, Maeve Corona, Gustavo Nogueira, Fernando Alcantara
Direção de Fotografia: Flavio Zangrandi
Diretor de Arte: Gabriela Valverde
Atendimento: Rejane Bicca, Rose Bichara, Raquel Rocha
Montagem: Renato Gaiarsa
Pós-Produção/Finalização: O2 Filmes
Produtora de Áudio: S de Samba
Atendimento: Guga Costa
Produtor: Rodrigo Monteiro, Pedro Caldas, Tiago Gamke, Dionizio Dazul, Rafael Silvestrini
Direção Artística: Wilson Simoninha e Jair Oliveira
Locutor: Rodrigo Almeida
RTVC: Vera Jacinto, Daniella Manunta
Diretor de Produção Digital: Eduardo Bruschi Cardoso
Gerente de Projetos: Mayra Otsuka
Produção Digital: Danubia Fujita
Produtora: Slickland
Atendimento: Fernanda Antonelli, Ana Clara Grana, Beatriz Almonacid, Tatiana Vidonscky, Karen Pardo, Beatriz Sztamfater, Isabel Barrios
Planejamento: Cintia Gonçalves, João Gabriel Fernandes, David Gross, Augusto Motta Verissimo, Julia Geld
Mídia: Luis Padilha, Wanderley Jovenazzo, Larissa Dias, Rogério Beraldo
Aprovação: Paula Lindenberg, Maria Fernanda Albuquerque, Cínthia Klumpp, Érica Biancalana, Gustavo Tavares

 

Deixe seu comentário: