Tuíte de Obama bate recorde mundial de “likes”

Barack

No domingo, 12 de agosto, aconteceu nos EUA a manifestação “Unite the Right", algo como “Unir a Direita”. Cidadãos americanos de extrema direita foram para Charlottesville defender o que julgam como “uma nação mais branca”. Em reação, diversas outras militâncias também saíram às ruas para mostrar sua indignação pela causa inicial. O encontro resultou em confronto com diversos feridos e mortos.

Sobre o acontecido, Barack Obama, ex-presidente do país deixou algumas mensagens em seu twitter parafraseando outro ex-presidente e Nobel da paz, nada mais, nada menos que Nelson Mandela: “Ninguém nasce odiando outra pessoa devido à cor da sua pele, da sua origem ou sua religião. As pessoas precisam aprender a odiar, e se podem aprender a odiar, também pode-se ensiná-las a amar”

O recado alcançou a marca de tuíte mais curtido da história, superando o anterior de Ariana Grande com relação ao atentado de Manchester, confira. O número de retuítes também foi enorme, neste pódium, figura na 5ª posição.

Deixe seu comentário: