Anúncio assinado por Vivo e Cris Duclos nega boatos

boatos

O assunto envolvendo a ex-diretora de imagem e comunicação da Vivo, Cristina Duclos, em um suposto rombo de R$ 27 milhões na companhia voltou a ser lembrado neste final do ano, sobretudo ao entrar nas listas dos veículos do trade como um dos acontecimentos mais marcantes de 2016. Para encerrar de vez o caso, a executiva e a marca publicaram hoje (27) um anúncio no jornal Valor Econômico.

A peça nega qualquer irregularidade na área durante a gestão de Cris Duclos e afirma ainda que a profissional e a Vivo foram envolvidas em noticiários produzidos a partir de informações inverídicas. O comunicado ainda diz que “Vivo e Cristina Duclos refutam a veiculação de boatos, as especulações maldosas e lamentam o ocorrido".

 re

Relembre o caso

Uma das principais executivas de marketing do país, Cris Duclos, viu seu nome envolvido em um suposto rombo de R$ 27 milhões na companhia. No dia 21 de julho, o jornalista Fernando Rodrigues publicou em seu blog no portal UOL que o dinheiro escapava por meio de três agências de propaganda (Young & Rubicam, DPZ&T e Africa), principalmente através de seu marido Ricardo Chester, diretor de criação na última delas.

Exposta publicamente pela mídia, a executiva entrou com um processo contra a empresa pedindo a reintegração de seu emprego e a instalação de uma sindicância interna na Vivo. Já as agências citadas divulgaram um comunicado em conjunto dizendo que “atuam seguindo as mais rígidas normas de conduta e compliance” e que os contratos e atividades com o anunciante seguiriam normalmente o seu curso.

Deixe seu comentário: