APRO lança campanha contra o BV na produção

bv

A APRO Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais lança campanha que trata de uma das questões de maior preocupação no mercado de produção publicitária atualmente, pois remete à ética nas relações comerciais entre as produtoras de publicidade e os clientes: o pagamento do chamado BV (bonificação sobre volume) de produção.

A ação institucional visa impactar não apenas o mercado publicitário, mas também o grande público e ocorre num momento em que a discussão sobre idoneidade nos negócios e transparência nas relações comerciais domina a pauta do próprio País, mergulhado em amplo debate sobre a necessidade de apuração de desvios na esfera pública. “O pagamento de BV vai contra os valores defendidos pela APRO, que preza por meio de seu Código de Conduta, atualizado em 2016, pela defesa das boas práticas de mercado. Assim, só produtoras que se comprometem a não adotar essa prática são aceitas e podem se manter na entidade”, diz o comunicado que promove a campanha.

Com criação da AlmapBBDO, a campanha inclui dois filmes e divulgação em todos os canais digitais das associadas da APRO. Numa demonstração de união das produtoras associadas em torno da causa, os filmes foram dirigidos pelos diretores Paulo Caruso e Caito Ortiz, respectivamente das produtoras O2 e Prodigo, um modelo inédito, já que os diretores formaram uma dupla e ambos dirigiram os dois filmes.

Os filmes abordam o tema de uma forma leve, levando para situações comuns do dia a dia quando nos deparamos com alguém querendo abocanhar indevidamente uma fatia que não lhe seria de direito. Ao final, a mensagem: "Se isso é errado para você, o BV de produção também tem que ser", seguida da nova logomarca da APRO, também criada pela AlmapBBDO.

De acordo com Paulo Roberto Schmidt, presidente do Conselho da APRO e sócio da Academia de Filmes, é muito importante a associação continuar defendendo as melhores práticas de mercado, em especial bandeiras que fortalecem relações comerciais, privilegiando a entrega de qualidade a preços justos.  "Combater a cobrança do BV de produção é um dos nossos grandes desafios. A APRO preza por ter regras de compliance aplicadas a todos os membros da entidade, que são proibidos de adotar a prática." 

Rynaldo Gondim, diretor de Criação da AlmapBBDO, afirma que os filmes abordam de forma divertida um assunto capaz de acabar com o humor de toda pessoa séria dessa atividade.

Os filmes se passam em ambientes de empresas. Em um deles, com o ator Paulo Tiefenthaler, uma situação corriqueira como uma entrevista de emprego dá vazão a uma oportunidade de recrutadores exigirem uma caixinha "por fora". Em outro filme, que conta com a atriz Luciana Paes, uma funcionária de empresa aproveita para tirar vantagem indevida no próprio local de trabalho.

FICHA TÉCNICA

Anunciante: APRO
Agência: AlmapBBDO
Título: “Compras” e “Entrevista de Emprego”
Produto: Institucional
Diretor Geral de Criacao: Luiz Sanches
Diretor Executivo de Criacao: Bruno Prosperi
Diretor de Criacao: Rynaldo Gondim
Criação: Rodrigo Almeida, Rafael Gil
Duração: 2x45”
Produtora de Filme: o2 Filmes + Prodigo Films
Direção: Caito Ortiz + Paulinho Caruso
Produtor Executivo: Equipe o2 Filmes e equipe Prodigo Films
Coordenação de produção: Equipe o2 Filmes e equipe Prodigo Films
Assistente de direção: Kaká Gonçalves e Toni Diniz
Direção de Fotografia: Ralph Strelow
Diretor de Arte: Marcos Carvalheiro
Diretor de Produção: Mario Mariotto
Montagem: Marcelo Junqueira, AMC
Pós produção: o2 Filmes e Prodigo Films
Produtora de Som: Raw

Deixe seu comentário: