Mulheres que denunciaram abuso em Hollywood são "Person of The Year" da Time

person

A revista Time surpreendeu o mundo inteiro nesta semana ao anunciar não uma pessoa, mas um grupo de mulheres como a "personalidade do ano 2017". As “Silence Breakers” denunciaram as agressões sexuais cometidas pelo megaprodutor hollywoodiano Harvey Weinstein e estampam a capa da edição especial da famosa publicação. Com as revelações trazidas a tona, elas desencadearam o movimento #MeToo, que ganhou a participação de inúmeras pessoas em todo o mundo.

O mais curioso (ou talvez contraditório) é que a eleição de “Person of the Year” existe desde 1927, mas esta é apenas a quinta vez que uma mulher estampa a capa da revista. De um modo geral, o holofote para tal pauta é extremamente oportuno, sobretudo onde o debate sobre a equidade de gêneros ainda encontra barreiras que parecem instransponíveis.

Deixe seu comentário: