Políticos usam pregador de roupa para lidar com a questão síria

pregador de roupa

A “Campanha Síria” tem promovido uma nova ação com o objetivo de aumentar a pressão pública sobre os políticos que procuram mudar a União Européia e outros países chave para uma posição mais "pró-Assad" - ditador em poder desde 2000 na Síria. O filme, "Guarda pessoal para constrangimento" conta com uma nova utilização para um simples e nenhum pouco novo utilitário: um pregador de roupas. O utensílio é usado para bloquear o fedor "estranho" de crimes de guerra, o que ajuda seus líderes na diplomacia contínua necessária nas negociações com o ditador sírio.



O lançamento da campanha surge na sequência de um ataque químico suspeito no país, que matou dezenas na província de Idlib e objetiva apoiar o futuro da Síria e da região na Conferência de Bruxelas. A fim de dar suporte ao recente ataque na região, o vídeo será distribuído para jornalistas que cobrem as negociações.

Desenvolvida internamente pela organização de defesa independente, a ação ‘PEG’ atua, de forma criativa, ao explicar a situação complicada que acontece atualmente na Síria. A Arsenal, empresa de produção com sede em Londres, trouxe o conceito à vida e foi responsável pela direção e lançamento do material.

Deixe seu comentário: