Vaza vídeo de cão maltratado em set de filmagens da Universal

Dog

Um vídeo divulgado ontem (18) pelo canal de fofocas TMZ revelou maus-tratos a um pastor alemão em set de filmagens do filme “Quatro vidas de um cachorro” da Universal. Na gravação anônima, o ator canino é obrigado a mergulhar no frio em uma piscina com forte correnteza cenográfica.

Desde o início, o material chama a atenção, pois mesmo com gritos de “corta!” e contra a sua vontade, o animal é jogado. A filmagem avança alguns segundos e os produtores correm desesperados para tirar o cão que se afoga depois de ter sido obrigado a cair na água.

Depois da publicação do vídeo, o que era para ser uma simples cena em que o cachorro protagonista Hércules salva uma criança se transformou em um grande balde de água fria para o estúdio.

Mal foi para a internet e a postagem obrigou o diretor do filme Lasse Hallström a se retratar. “Todos estávamos empenhados em proporcionar um ambiente amoroso, respeitoso e seguro para todos os animais no filme”, tweetou Hallström. Claro que nem todos os usuários concordaram.

Além da desaprovação de muitos internautas, o ocorrido fez com que a PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) solicitasse boicote ao filme.

Aqui no Brasil, onde o filme estreia 26 de janeiro, defensores dos animais e pessoas inconformadas com o ocorrido se pronunciam em todas as publicações da marca no Facebook. Confira abaixo os comentários da postagem sobre “Quatro vidas e um cachorro”.

Os estúdios Amblin Partners e Universal Pictures, responsáveis pelo filme, divulgaram um comunicado: "Foram vários dias de ensaio das cenas realizadas na água para garantir que Hércules se sentisse confortável com as gravações. No dia da filmagem, Hércules não quis gravar as imagens retratadas no vídeo divulgado, portanto, a equipe da Amblin não continuou as filmagens da cena. Hércules está feliz e saudável."

Deixe seu comentário: