Confira que o Google preparou para o Think 2018

google think 2018

O Google reúne periodicamente marcas, mídias, profissionais de comunicação e empresas para compartilhar dados, análises, insights e tendências futuras. A gigante tem em mãos tanta informação valiosa e pede para que se pense nela como “fonte de informação para tudo, de insights macro números, na medida certa para usar na sua apresentação”. 

Nesta semana foi vez do evento acontecer em São Paulo, SP. Para começar a conversa, Allan Thygesen, presidente do Google América, falou sobre o “Marketing na Era da Assistência”. O universo digital e a evolução do consumo trouxeram a sociedade ao ponto em que as pessoas, nós, consumidores, pensamos e esperamos que a tecnologia vá em direção às nossas demandas.

Outra expectativa dos consumidores é que a tecnologia seja personalizada, o que em um primeiro momento pode soar antagônico em relação ao caminho universal alcançado pelas experiências, consumidores e seus consumos. Por isso, Thygesen salienta a importância em “medir e considerar o impacto de todas as mídias para daí atuar nos melhores momentos da jornada do consumidor”.

A segunda palestra do dia foi liderada por Fabio Coelho, diretor geral do Google Brasil, ela abordou o “A Transformação Data-Driven”. Mais especificamente Coelho falou sobre os meandros de “como extrair dados colocando o consumidor no centro e com diferenciais em relação aos concorrentes”.

Mônica de Carvalho chegou para a terceira palestra, a executiva falou sobre “A jornada para o "All-Line" e a relevância em saber “o que seus dados sabem sobre seu negócio” e mais ainda conhecer “o que seus dados podem fazer pelo seu negócio”.

Mitch Joel foi quem deu a última palestra do evento. “Disrupting Disruption” abordou a necessidade de transformação das marcas de “dentro para fora”. Mas Joel foi claro ao salientar sua preocupação em não confundir “disruptivo com destruição” e na importância de “criar experiências” com produtos ou serviços.

O evento aconteceu também para  o Speed Scorecard e o Calcule o Impacto Potencial de Receita, ferramentas pensadas para ajudar empresas a entender e melhorar seus serviços de sites móveis.  

O Speed ​​Scorecard é fácil de usar e permite que as empresas verifiquem como a velocidade do seu site móvel é classificada em relação às principais marcas do mundo, com base em dados do Relatório de Experiência do Usuário do Chrome, localizados para o contexto brasileiro. Já a Calculadora de Impacto estima a quantidade de receitas adicionais que poderiam obter ao melhorar a velocidade da página.

 

 

 

Deixe seu comentário: