Content Studio é mais uma nova aposta de negócios da Ogilvy Brasil

ogilvy

A Ogilvy Brasil anuncia mais uma área dentro da sua operação. A agência passa a oferecer o Content Studio, uma estrutura de criação, produção e monitoramento de conteúdo digital que pode funcionar de duas formas: uma operação customizada montada pela Ogilvy dentro do cliente ou utilizando a área que a agência acaba de inaugurar na sua sede em São Paulo. A composição do time leva em conta o perfil de atuação ou a necessidade da marca. O objetivo do Content Studio é engajar marcas e consumidores, através dos canais digitais dos anunciantes (redes sociais ou sites), produzindo conteúdo baseado em insights coletados via data, respondendo em tempo real às interações com os consumidores e mensurando os principais indicadores da marca nestas plataformas.

Dois executivos da agência lideram, ao lado de Fernando Musa, presidente do Grupo Ogilvy Brasil, o Content Studio. Toni Ferreira, diretor-geral de estratégia digital, e Daniel Martins, diretor de operações. “A necessidade de criar, produzir e interagir das marcas e seus consumidores é diária e temos que atender a esta demanda de forma ágil e totalmente personalizada, de acordo com a estratégia da marca”, diz Musa.

Pfizer, Telhanorte, Allianz, Tiffany & Co., Vale e Firjan são clientes da Ogilvy que atuam também dentro do Content Studio. “São marcas que têm uma intensa interação com o consumidor e que precisam estar preparadas para responder no tempo certo e com qualidade criativa a todas as essas interações”, diz Daniel Martins.

“O modelo de Content Studio tem como diferencial a criatividade em sintonia com o pulso da comunidade que se relaciona com a marca. A interação é feita com a velocidade esperada pelo consumidor, o material postado e seu formato tem razão de ser, baseado em insights gerados por data,” explica Toni. “A idéia é ter uma estrutura amparada pela cultura da agência, a inspiração e a liderança de grandes talentos do mercado publicitário, mas com uma facilidade de implementação que permita que seja alocada dentro do anunciante. Agilidade é o ponto chave”, conclui.

Os profissionais da Ogilvy lembram que o Content Studio não é um “war room” acionado apenas em caso de crises ou de lançamentos de grandes campanhas, por exemplo. “Não é um trabalho que responde pontualmente a uma necessidade, mas uma estrutura com um time adequado às necessidades e aos objetivos da marca durante todo o tempo”, destaca Daniel.  

Deixe seu comentário: