Corrida Insana abre espaço para ativação em experiência inusitada

Insane
Da esquerda para a direita: Henrique Costa Gomes e Fábio Avelar (divulgação). 

O universo de possibilidades para a criação de eventos parece ser ilimitado, embora nem sempre surjam coisas novas e diferenciadas no mercado. Na contramão da mesmice, um bom exemplo de experiência inusitada é a Corrida Insana. Já ouvir falar? Trata-se de uma corrida em que o espirito competitivo e o desafio existem, mas são ofuscados pela divertida missão de transpor obstáculos infláveis. O evento, que tem o nome original de Insane Inflatable 5k, nasceu há alguns anos nos Estados Unidos e foi trazido neste ano ao Brasil pelos empresários Henrique Gomes e Fabio Avelar.

A corrida já passou nos últimos meses por cidades como Belo Horizonte, São Paulo, Florianópolis, Porte Alegre, Goiânia e Rio de Janeiro e até o final do ano deve visitar ainda diversas outras regiões (veja aqui). O contrato de licenciamento fechado pelos brasileiros é válido pelo período de 36 meses. Entre os parceiros comerciais do projeto está a empresa de marketing promocional Guia MKT. Em todo o mundo, a iniciativa está presente em 18 países e já teve a participação de aproximadamente 13 milhões de pessoas.

Não precisa ser exatamente um expert em marketing para perceber que os conceitos de aventura, diversão e ao mesmo tempo uma experiência em família proporcionados pelo evento podem chamar a atenção de marcas de diversos segmentos. Para conhecer um pouco melhor o projeto e as possibilidades de ativação, trocamos uma ideia com Henrique Gomes, sócio e diretor executivo da Corrida Insana.

Conte-nos um pouco sobre o conceito do evento...

O maior atrativo da Corrida Insana é, sem dúvida, a diversão. Trata-se de um evento de entretenimento, voltado para crianças e adultos, utilizando a corrida de rua como plataforma. Nossa fórmula é corrida + diversão + família.

Como rolou a ideia de trazer o evento para o Brasil?

Eu e meu sócio, o Fabio Avelar, vimos o post do evento em um blog e achamos a proposta diferente de tudo que já ocorreu aqui no País. A partir disso, ficamos monitorando o evento nos EUA, seguindo as redes sociais e entendendo melhor a mecânica das provas. No final de 2016, fomos participar de uma das etapas norte-americanas para ter certeza de como funcionava. Depois, abrimos negociação com a empresa detentora da marca para licenciarmos o evento para o Brasil e América do Sul.

Qual tem sido a recepção do público? Quais são os números de visitação e engajamento?

Tem sido a melhor possível. Já passamos de 50 mil participantes e notamos, a cada evento, o quanto as pessoas se divertem. É um momento de integração, uma celebração entre amigos e familiares. Esse efeito pode ser sentido nas redes sociais, onde a Corrida Insana tem obtido retorno muito alto, tanto nas postagens que fazemos quanto por conta de menções espontâneas de quem esteve lá. Estamos muito animados.

Confira um dos vídeos promocionais do evento:

De que maneira as marcas podem aproveitar o evento para desenvolver ações estratégicas de ativação?

Nada melhor do que associar a sua marca a um evento que envolve a família toda, num momento de pura euforia. Este é um projeto que tem muito potencial, principalmente por seu caráter inovador dentro do segmento do entretenimento. Acreditamos que, ao entrar em contato com o potencial de mobilização da Corrida Insana – que é um sucesso espontâneo nas redes sociais –, as empresas vão perceber que se trata de um canal muito interessante para suas marcas.

É uma oportunidade propicia para qual tipo de marca?

Como o alcance da Corrida Insana é bastante amplo – já que o evento é voltado para todas as faixas etárias –, acreditamos que seja interessante para empresas de diversos segmentos, principalmente para aquelas que se identifiquem com a prática de exercícios, hábitos saudáveis e com a interação entre as pessoas.

Gostaria de acrescentar algo?

O licenciamento da Corrida Insana (Insane Infatable 5k, nome original) para o Brasil, primeiro país latino-americano a receber o evento, é de três anos. Para 2018, nossa meta é dobrar o número de etapas, chegando a 36. Vamos levar o circuito para as regiões do Norte e Nordeste que não foram contempladas nesse ano, devido ao curto espaço de tempo dessa primeira temporada, onde optamos pelas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Para os locais que já receberam a Corrida Insana, estamos preparando novas etapas no calendário 2018.

Deixe seu comentário: