Movimento busca dar voz à diretoras de cena na publicidade

Free the bid

Nomeado de "Free The Bid" e criado pela cineasta israelense Alma Har'el, o projeto tem como propósito promover uma mudança efetiva sobre a questão do gênero na indústria da propaganda, incluindo maior participação de mulheres na direção de cena e ampliando a discussão sobre a questão da diversidade. Como solução, o movimento pede que anunciantes e agências assumam o compromisso de colocar pelo menos uma diretora em cada concorrência.

A inspiração? De acordo com Har’el, o impulso veio após tomar conhecimento de um relatório que revela que menos de 7% de diretores de cena são mulheres, e menos de 3% são diretoras de criação em agências de publicidade.

Para a diretora Juliana Curi, da Damasco Filmes, e que acaba de se juntar ao movimento, a medida abre espaço para as mulheres se colocarem no ramo, deixando-o mais diverso e includente: “É uma iniciativa histórica que abrirá espaço para muitas mulheres na indústria publicitária, criando um espaço mais diversificado e representativo. Outro fator importante desse projeto é que ele reflete diretamente em outras plataformas. Hoje muitos diretores têm uma renda regular que vem da publicidade e isso possibilita que eles possam desenvolver projetos de longa-metragem e televisão. Por não termos as mesmas oportunidades, muitas diretoras acabam não conseguindo chegar a essas plataformas também.” 

Já se juntaram ao programa agências como FCB Global, DBB North America, BBDO Global, McCann NY, J. Walter Thompson, Leo Burnett, Pereira&O’Dell, 180, David, Mother e CP+B, além de anunciantes como Coca-Cola, Visa, Nestlé e HP.

Para saber mais informações sobre o projeto, clique aqui.

Deixe seu comentário: