Caster Semenya solta crítica em anúncio da Nike

NIKE

Ao longo de sua carreira, a corredora Caster Semenya foi submetida a especulações sobre seus níveis naturais de testosterona. Depois de “testes de gênero”, ela foi retirada das competições internacionais em 2009, antes de ser reintegrada em 2010.

Procurando retomar esse assunto polêmico sobre Semenya, a Nike em conjunto com a Wieden & Kennedy Amsterdam, dirigido por AG Rojas, da Park Pictures, produziu uma campanha com a ex-atleta que ao longo da produção lança uma série de perguntas como: “Seria mais fácil para você se eu não fosse tão rápida? Será mais simples agora que eu parei de ganhar? Você ficaria mais confortável se eu fosse menos orgulhosa?”.

O curta mostra sua jornada para o sucesso em sentido inverso, já que a filmagem da Semenya adulta retrocede para recriações retrospectivas de sua corrida quando jovem e dando seus primeiros passos quando bebê. "Isso é muito ruim", conclui ela. "Porque eu nasci para fazer isso". Confira abaixo:


O filme está rodando na TV sul-africana e on-line, enquanto a campanha também inclui uma cópia de página dupla no maior jornal de domingo da África do Sul e um GIF tipográfico para mídias sociais.

Deixe seu comentário: