Pôster transforma chuva em armadilha contra mosquitos Aedes Aegypti

habitat

Em países tropicais como o Brasil têm chuva o ano todo, o que aumenta o acúmulo de água parada e os focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da Dengue, Zika e Chikungunya, e outras doençasprincipalmente em favelas e áreas de difícil acesso. Para chegar nesses lugares, conscientizar a população e combater o surgimento do inseto, a organização social Habitat para a Humanidade Brasil, em parceria com a agência de publicidade BETC São Paulo, criou pôsteres especiais que se dissolvem na chuva e matam o mosquito antes mesmo dele nascer.

Além de informar a população sobre o perigo do acúmulo de água parada, a única maneira de combater o mosquito é eliminando suas larvas no foco de reprodução. Unindo essas duas vertentes, instituição e agência desenvolveram “O Pôster Solúvel”. Essa solução nasceu a partir de um poderoso larvicida, o BTI (Bacillus Thuringiensis Israelensis), desenvolvido por uma das mais destacadas instituições de ciência e tecnologia em saúde da América Latina, somado à papel de arroz solúvel e cola orgânica.

“É muito difícil conscientizar as pessoas, mesmo na questão do lixo, do entulho, do lixo doméstico, das bocas-de-lobo que entopem. E fica tudo ali, com aquela água podre parada na rua”, conta Dona Dilza, moradora da comunidade de Heliópolis, localizada na zona sul de São Paulo.

“O projeto chega de forma inovadora. Educa, previne e mata o mosquito onde a gente não chega”, acrescenta Denis Pacheco, coordenador de programas da Habitat. Como parte da iniciativa, acontece neste sábado (9) uma ação de combate ao Aedes aegypti, em Heliópolis (SP).

Além disso, os pôsteres também possuem uma tecnologia elaborada para que o larvicida não prejudique o meio ambiente, os animais e nem às pessoas, agindo apenas contra os mosquitos. São diferentes tipos de ilustrações criadas por Ricardo Célio, Feik e Puga Menezes, artistas conhecidos em algumas das comunidades afetadas pelo problema. Para saber mais acesse o site.

Ficha Técnica:

CCO: Erh Ray
ECD: Rodolfo Barreto
Diretor de Criação: Daniel Schiavon
Criação & Conteúdo: Vitor Prado, José Pedro Bortolini, Gustavo "Guives" Leal, Fillipe Abreu, Americo Vizer e Chico Lucas
Marcas & Negócios: Daniela Keller e Beatriz Frizzo
Comunicação & PR: Camila Nakagawa
RTVC: Mariane Goebel e Cátia Nucci
Produção Gráfica: Gilmar Souza, Carlos Valeriano, Plínio Junior, Robson de Vitto, Marcos Nascimento, Renata Germani e Juliana Arantes
Produtora: Trator Filmes
Diretor: Vilão
Produtora/Som: Canja
Ilustração: Puga Menezes, Duas Coletivo, Ricardo Célio e Feik
Aprovação Cliente: Bárbara Figueiredo e Camila Santos

Deixe seu comentário: