Secom retira cartazes da campanha "Gente boa também mata"

Gente boa

Após uma enxurrada de críticas através das redes sociais e debates entre profissionais da área, a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República (Secom) determinou a retirada “imediata” dos cartazes da campanha “Gente boa também mata”, que foram distribuídos em mobiliários urbanos de várias cidades do País.

Para quem não acompanhou o caso, uma das peças mostra uma mulher com um cachorro no colo e a seguinte e impactante frase: “Quem resgata animais na rua pode matar. Não use o celular ao volante. Gente boa também mata”. Uma outra peça exibe um médico com nariz de palhaço, seguido dos dizeres: “Quem faz a alegria das crianças também mata. Um copo de bebida pode pôr tudo a perder. Gente boa também mata. Se beber, não dirija”.    

Em entrevista ao jornal Estado de S.Paulo, o secretário de Comunicação da Presidência, Márcio Freitas, admitiu que apesar da boa intenção em mostrar que qualquer um pode cometer imprudências no volante, as peças trouxeram continham um sentido controverso. “Ao levar essas peças para o cartaz, houve um equívoco. A comunicação não foi bem feita. Por isso, determinamos a retirada desses cartazes”, afirmou.

Agora, o material será substituído por outras peças publicitárias que não deverão conter imagens de pessoas como inicialmente divulgado.

 

Deixe seu comentário: