Kiko do KLB critica posicionamento de Omo nas mídias sociais

Kiko
Reprodução/Instagram

Tomar posição sobre alguma questão social importante continua sendo um grande desafio para as marcas, sobretudo em um cenário de intolerância e um terreno hostil como as mídias sociais. Ainda ontem (9) destacamos aqui uma campanha da marca Omo, que convocou um “recall” de brincadeiras que reforçam clichês de gênero. Basicamente o post da marca no Facebook diz que o “mais importante do que o brinquedo é a brincadeira, a participação dos pais nesse processo e os momentos que vão marcar a vida delas para sempre”.

Curiosamente, cantor Kiko Scornavacca, integrante do trio KLB, resolveu se posicionar contra a mensagem da marca de sabão em pó. Em seu texto indignado no Instagram, o músico diz que nenhuma empresa deve se meter na criação de seu filho e questiona: “que tipo de anticristos estão tomando conta das coisas agora?”. O desabafo ganhou mídia espontânea em diversos veículos. Embora a postagem tenha sido apagada, diversos prints foram espalhados pela rede.

No post original no Facebook, o número de curtidas é bem maior que o número de reações negativas, mas o fato de uma pessoa pública criticar a empresa é sempre um sinal de alerta para o time de RP da marca. O fato é que a Omo se posicionou sobre o assunto. “Há mais de quinze anos OMO promove a importância do desenvolvimento infantil e do livre brincar para o crescimento das crianças e que o novo posicionamento da marca convida as pessoas a não deixarem a vida passar em branco. OMO quer reforçar, no Dia das Crianças, que toda a criança tem direito a se sujar e a brincar livremente como quiserem. Mais importante do que o brinquedo é a brincadeira, o aprendizado e os momentos positivos que resultam desta experiência“.

O que você achou desse buzz todo gerado pela campanha e o comentário do integrante do KLB?

Deixe seu comentário: