Muito além das cutucadas: Facebook testa app de namoro

sa

Com a popularização e o aperfeiçoamento da plataforma criada por Mark Zuckerberg, o Facebook passou a desempenhar diversas funções. Tido como fonte de informações e relações, a rede social abrange diversas atividades, mas, até agora, ele ainda não havia flertado com a possibilidade de sofisticar as suas ferramentas de paquera.

Conhecida por apenas manter a opção “cutucar” para evidenciar o interesse afetivo de um modo que nem todo mundo entende, a companhia começa a testar uma forma mais efetiva de juntar casais por meio de seu ambiente.

Anunciado há dois meses em sua famosa conferência F8, o novo produto já começa a ser experimentado de maneira interna por colaboradores. Compartilhado pelo site americano The Verge, a pesquisadora independente de dispositivos Jane Manchun Wong estudou o código fonte da novidade e disponibilizou fotos de como ele será em seu Twitter.

Confira abaixo a postagem:


Link

Comentada na internet, a publicação mostra que “O propósito desta experiência é testar a experiência do produto de ponta a ponta em busca de bugs e interfaces confusas. Isso não é para namorar seus colegas de trabalho ”

Utilizado internamente, o Facebook Dating se mantém de maneira voluntária, reforça políticas anti-assédio e já apresenta diversas opções para serem preenchidas. Sem o pronunciamento oficial da empresa até o momento sobre a incorporação do recurso para os usuários, os testes não significam que o protótipo será realmente lançado.

Porém, caso ele saia dos escritórios da Gigante Americana, o lançamento o tornaria uma potência imediata. Para se ter uma ideia, os preços das ações do Match Group, companhia que que possui aplicativos de namoro populares, incluindo o OKCupid e o Tinder, despencou 17% no dia em que o Facebook Dating foi anunciado.

Segundo o próprio Mark Zuckerberg, "Isso será para construir relacionamentos reais e duradouros - não apenas para conexões".

Deixe seu comentário: