Nada contra spoilers desde que sejam entre quatro paredes, defende Netflix

netflix claro

De acordo com uma pesquisa da SurveyMonkey sob encomenda da Netflix, 77% das pessoas assistem os conteúdos disponibilizados na plataforma em público.

Com dados em mão e sabendo o quão chato é receber spoiler sem pedir, a gigante do streaming criou um filme. Com um discurso que se aproxima daqueles preconceitos travestidos de “liberdade de opinião” a produção mostra que certas coisas se faz “em casa, entre quatro paredes”.

E longe de ser “implicância”, como bem explica o cobrador de ônibus e um dos protagonistas. Na verdade, trata-se de uma “questão de respeito”, do “direito de acompanhar as séries em paz”.

O filme continua e aparece uma cabelereira para contar sobre sua dificuldade em continuar a trabalhar quando “todo mundo [está] falando dessa série nova aí”. E os “problemas de classe média” não param por aí, até a atendente do cartório defende o quanto seu ambiente é um lugar “sério” diante de um homem que aguarda, rindo, na fila enquanto assiste algum conteúdo humorístico.

Realmente, spoilers são muito chatos mas, por outro lado, como bem observou a Netflix no próprio post: “Nunca deixe que te digam onde você pode ser feliz (só não esquece do fone de ouvido)”. Custa nada, não é mesmo?

Deixe seu comentário: