Facebook anuncia ferramentas para lidar com “pornô de vingança”

facebook anti revenge porn

O Facebook anunciou novas ferramentas que vão ajudar as pessoas quando imagens íntimas forem compartilhadas nas redes de Zuckerberg sem permissão. Quando este tipo de conteúdo, conhecido como pornografia de vingança, for reportado, um pessoal especializado será capaz de prevenir que ele seja compartilhado em todas suas redes (Facebook, Messenger e Instagram). A novidade, segundo relatado no blog da empresa, é parte dos esforços da empresa "para ajudar a construir uma comunidade mais segura, tanto no Facebook como fora dele”.

De acordo com um estudo conduzido nos Estados Unidos com vítimas do compartilhamento de imagens íntimas sem consentimento, 93% das pessoas afetadas por esse compartilhamento relataram angústia emocional, e 82% afirmaram sofrer prejuízos em aspectos sociais, profissionais e outras importantes áreas de sua vida. No Brasil, “não existe um levantamento específico sobre esse tipo de agressão, por isso, não há estatísticas das vítimas”.

O que muda?

Se você se deparar com uma imagem que parece ter sido compartilhada sem autorização no Facebook, poderá denunciar este conteúdo ao clicar na seta localizada no canto superior direito de todos os conteúdos publicados na plataforma, ou no “…” localizada próxima a publicação.

Uma vez denunciados, membros especialmente treinados do time de operação de comunidade irão revisar os conteúdos, e removê-los caso violem os “padrões de comunidade”. Em muitos casos, a conta que compartilhou estas imagens íntimas sem permissão também poderá ser suspensa. Conforme exposto pela rede social: “É oferecido um processo claro para apelar à decisão”.

A tecnologia “photo-matching” será usada para ajudar a frustrar as tentativas de compartilhar as imagens no Facebook, Messenger e Instagram. Se alguém tentar compartilhar a imagem depois que ela foi denunciada e removida, a pessoa que publicou a imagem será alertada que ela viola as políticas internas e também que o site impedirá a tentativa de compartilhamento.

O Facebook também relata ter feito “uma parceria com organizações de segurança que oferecem recursos e apoio às vítimas deste tipo de comportamento”.

As ferramentas desenvolvidas em parceria com especialistas em segurança são exemplos do potencial que tecnologia tem para ajudar a manter as pessoas seguras. “Posição única para prevenir este tipo de dano, e estes esforços fazem parte de uma das cinco áreas que estamos focados para ajudar a construir uma comunidade global”, relatou ainda no blog.

 

Deixe seu comentário: