Google Chrome quer banir a reprodução automática

google

Alguns anúncios espalhados pela internet têm o hábito de começar automaticamente, sejam eles músicas ou vídeos. A nova função do Google irá bloquear esse “start” indesejado e travar os conteúdos que tiram a atenção do usuário ou incomodam por não terem sido solicitados.

Para a mudança, o laboratório de desenvolvimento do Google Chrome acaba de lançar a ferramenta na nova versão do servidor. Os sons e vídeos serão impedidos de começarem sem o consentimento do indivíduo. Ou seja, a partir de agora os programas pré-carregados e que contém qualquer tipo de áudio, devem deixar de funcionar dentro do Chrome. A opção pode ser habilitada ou desabilitada no painel de configurações do navegador.

O VentureBeat diz que a função estava prevista para a versão 64 do programa, lançada em janeiro pelo Google, mas ficou para a atual 66 que já está disponível para Windows, Mac, Linux, Android e iOS. A atualização também conta com melhorias no sistema de segurança e ferramentas para desenvolvedores, como o ImageBitmap Rendering (que impede duplicação de imagens) e uma nova versão do Clipboard API.

 

Deixe seu comentário: