Marcas reciclam resíduos dos mares para criar roupas

praia

Garrafas PET, sacos plásticos e fios de nylon demoram mais de 100 anos para se decompor na natureza. Lixos como esses representam algumas das principais causas da poluição no oceano e o problema precisa ser tratado urgentemente. Preocupadas com a nocividade dos objetos atirados ao mar e para transformar o discurso da sustentabilidade em prática, marcas como adidas e Volcom resolveram criar coleções que reciclam esses resíduos e os transformam em produtos.

A adidas em seu modelo de tênis Ultra Boost Uncaged Parley, desenvolvido em parceria com a Instituição Parley, transformou o plástico recolhido na costa das Ilhas Maldivas em 7 mil pares. Além disso, uniformes do Real Madrid e Bayern de Munique têm uma grande porcentagem de espólios retirados do oceano. O objetivo da iniciativa é retirar aproximadamente 11 milhões de recipientes PET de áreas costeiras em 2017, segundo a empresa.

Se a investida da companhia esportiva alemã parece ambiciosa, a da Volcom não fica para trás. Famosa por suas roupas de skate e surf, a empresa usou produtos recicláveis em toda sua atual coleção de biquínis. Por meio do Ecovynil, tecido criado pela italiana Aquafil, a marca de esportes radicais conseguiu transformar detritos em trajes de banho, que são confortáveis para o consumidor e o planeta. Confira:

Deixe seu comentário: