O movimento #MeToo criou um curta-metragem para o Brooklyn Film Festival 2019, baseado em um bairro com uma reputação de abraçar pessoas de fora. O curta-metragem destaca obstáculos do cotidiano dos novos habitantes do bairro.

No filme, a freira espera por uma ligação que nunca chega, a rainha conta uma história de um lorde e a espiã compartilha seu encontro com um homem que chegou perto demais, mas não conseguiu captura-lo.

O filme é dirigido por Emily Elizabeth Thomas, do Berdy Content e criado pela TBWA / Chiat / Day New York. Confira abaixo:

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald