Acupuntura é uma arte milenar trazida diretamente da China. Quando se trata de medicina tradicional, esse povo não brinca e cria formas de tratar inúmeras doenças de formas muito pouco usuais. Pelo menos para as sociedades do oeste.

Existem referências no mundo do uso de pedras pontiagudas para o tratamento de dor desde 10 mil a.C. E ainda indícios de agulhas de bronze já no ano 1000 a.C., sendo assim, podemos traçar a origem dessa prática há anos da civilização atual.

Curioso para saber mais sobre ela? Continue lendo esse texto, trouxemos alguns pontos chave da utilização dessa prática da medicina tradicional chinesa.

O que é a acupuntura?

Essa prática é relativamente simples, trata-se da aplicação direta de agulhas na pele. Essas são finas e flexíveis e ficam alocadas em pontos específicos e tem o objetivo de equilibrar a energia do corpo.

Uma explicação que a medicina ocidental tentou aplicar foi a estimulação nervosa. As agulhas estimulam as terminações nervosas na área que elas são inseridas modulando a liberação de neurotransmissores como serotonina.

Essa é uma forma de “limpar” os “canais energéticos” correspondentes a vários órgãos e seus respectivos problemas, segundo a prática tradicional.

O que tratar

A prática milenar serve para tratar inúmeras condições de saúde, sejam elas físicas ou não:

● Doenças respiratórias;

● Problemas na boca;

● Problemas gastrointestinais;

● Problemas neurológicas;

● Problemas ortopédicos;

● Distúrbios do sono;

● Doenças oftalmológicas;

● Ansiedade;

● Estresse excessivo;

● Depressão;

● Finalidade estética.

Talvez dessa lista a atividade estética da acupuntura tenha sido a que mais chamou a sua atenção.

Mas sim, hoje em dia a mesma tem sido utilizada para o combate de gordura localizada, auxiliando no emagrecimento e também para aumentar a circulação sanguínea, promovendo a proliferação celular.

Quem pode realizar tratamentos com essa prática

Uma das melhores partes sobre essa forma de tratamento é que ela pode ser feita por, literalmente, por qualquer pessoa. Inclusive, pode até mesmo ser feita por crianças já que existe lasers para substituir a agulha, evitando o famoso medo desse nicho.

Não somente, não existe limitação nem durante a gravidez nem no período de amamentação. Ademais, não há limites de idade para utilizar esse recurso terapêutico.

E se você pensou que esse tipo de tratamento estava limitado aos humanos, se enganou. Inúmeros pets também tiram proveito dessa prática milenar para o tratamento de dores, problemas respiratórios, alergias, problemas digestivos, e até mesmo para tratar problemas digestivos.

Sendo assim, a resposta para quem pode realizar o tratamento é: qualquer pessoa e até mesmo o seu pet. Mas para isso é importante procurar um veterinário que tenha essa especialização e te passe segurança.

Quem pode aplicar a terapia chinesa?

Hoje em dia o profissional que quiser aplicar agulhas em seus pacientes como forma de tratamento deve estudar bastante para isso. É necessária uma especialização de 1200 horas com foco na prática e na medicina tradicional chinesa.

É necessário adquirir conhecimentos sobre patologia, anatomia e fisiologia do corpo humano. Não é qualquer um que pode realizar um tratamento sério como esse em outro alguém.

Sessões necessárias

Esse é um dos pontos sobre acupuntura que não existe uma resposta precisa. Cada indivíduo é único e bastam 4 a 5 sessões para se observar uma melhora clara.

Não somente, o indivíduo terá efeitos a longo prazo! Mas vale sempre lembrar que o tratamento com a medicina tradicional chinesa não substitui completamente a abordagem convencional.

Procure sempre informar-se com o seu médico de confiança.

Mitos e verdades sobre a prática milenar

Muitas pessoas tem um pé atrás na hora de tentar algumas novidades, sendo assim, selecionamos alguns pontos que podem te deixar mais tranquilos.

● Agulhas reutilizadas: isso é um mito, todo o material utilizado é descartável;

● Estimula o sistema imunológico: verdade, prática utilizada para prevenir gripes;

● É uma prática mística: mito, hoje em dia há comprovações científicas da sua efetividade;

● Só utiliza agulha: é um mito, como dissemos pode-se utilizar lasers e ainda outras abordagens;

● A agulha tem remédio: mito, a agulha é tão somente um metal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald