Vai de férias e entende que a melhor solução é alugar um carro? Vai fazer uma viagem em grupo e precisa de uma viatura com ótimas condições de conforto? O mercado disponibiliza variadas soluções, mas se não estiver acostumado a alugar veículos, poderá negligenciar alguns pontos a ter em conta para que goze da melhor experiência possível e relembre suas férias apenas pelos melhores motivos, sem problemas relacionados com o veículo que decidiu alugar.

Preços

As questões associadas ao preço são, para quem pretende alugar um veículo, uma questão primordial e provavelmente aquela que é analisada em primeira instância, procurando o aluguer de carros baratos. Ora, a verdade é que não se pode considerar a existência de uma linearidade a esse nível, dados que os preços oscilam consoante a cidade e o país de aluguel, bem como a empresa ou site. Nessa situação como em tantas outras, importa consultar tudo de forma minuciosa e detalhada, tendo em consideração o valor total a pagar que regra geral vai além do que é inicialmente apresentado. Afinal, são várias as entidades que trabalham neste tipo de mercados a exigir entrega do automóvel com o depósito cheio de combustível, por exemplo.

No caso dos condutores jovens, o preço pode ainda acrescer, acrescendo o pagamento de uma taxa que, regra geral, é diária

Pixabay

Inspeção inicial

Antes de ser entregue, o automóvel é sempre revisto tanto no interior quanto no exterior pelo funcionário da empresa de aluguer. O conselho dado a quem aluga um veículo é que faça uma revista ainda mais minuciosa e, se possível, tire fotos a toda a volta do veículo junto do funcionário. Se algo estiver errado, quer nos pneus, nos estofos ou em qualquer outra parte do veículo, a situação deverá ser anotada pelo funcionário, precavendo a hipótese de lhe ser imputada a culpa caso haja alguma anomalia na hora

da entregue que, na realidade, já se encontrava no carro. Para lá disso, importa verificar também os níveis de combustível, ou seja, se o depósito está ou não efetivamente cheio.

No entanto, esse trabalho não deve ser feito apenas no ato do levantamento. Aquando da entrega, verificar novamente tudo e até tirar fotografias poderá também se justificar, precavendo que a breve prazo haja um contacto da empresa por uma anomalia detetada após a entrega do carro em alguma parte não verificada, embora essa seja uma situação bem improvável.

Companhias “low cost”

O conceito de “low cost” é mais que familiar para quem viaja, sobretudo por força das companhias aéreas que trabalham nesse mesmo regime. Ora, entre as companhias com preços ditos “normais”, ou “normal cost” e “low cost”, as principais diferenças se relacionam em primeira instância com o preço, claro está, daí a designação, mas também com a localização das próprias agências para efeitos de levantamento dos veículos. Assim, as ditas “low cost” poderão não estar disponíveis em todos os aeroportos ou no centro das cidades, optando por se estabelecerem em territórios mais distantes. No entanto, são várias as “low cost” que disponibilizam solução de transporte entre aeroporto/cidade e balcão de levantamento do carro, agilizando todo o processo do cliente. Tudo isso é uma questão de verificar as condições aquando do aluguer que pode ser feito online e interpelar os funcionários nesse sentido por forma a facilitar toda a situação.

Pixabay

Seguros

Tal e qual acontece com os preços, as questões associadas aos seguros para aluguer de veículos também não são lineares, variando não só de rent-a-car para rent-a-car como também de veículo para veículo. Assim, mesmo que o seguro esteja já incluído no preço apresentado, importa saber suas condições e aquilo que realmente cobre. Se considerar a necessidade de acautelar ainda mais sua experiência com o veículo, poderá recorrer a opções extra, mediante o respetivo pagamento, para um seguro que acautele outro tipo de situações.

Limpeza

São vários os condutores que desconhecem essa norma, dado que muitas vezes as “letras pequenas” do contrato estipulado nem sequer são lidas, mas são várias as

companhias que se reservam ao direito de eftuar cobranças extra (taxas) caso o veículo requisitado esteja sujo no ato da entrega. Como forma de proteção, a rent-a-car poderá alegar utilização indevida do mesmo, obrigando a um pagamento extra que é facilmente evitável com uma limpeza antes da entrega.

Por Bruno Tavares da Pixel Project.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald