Apresentados há algum tempo como o futuro dos tradicionais escritórios, os ambientes colaborativos abertos, ou “open space”, dividem opiniões. Enquanto alguns defendem como uma das opções mais democráticas da atualidade, pesquisas recentes mostram que eles estão se transformando no grande vilão da produtividade corporativa, e é preciso que as empresas elaborem estratégias para reverter esse cenário.

Um estudo realizado pela Jabra, multinacional dinamarquesa referência no desenvolvimento de soluções de áudio, ouviu 688 CEOs de diversas nacionalidades. Entre os entrevistados, 45% relatou que o excesso de ruído contribui para a redução da produtividade e 35% afirma que a interrupção dos colegas compromete o seu rendimento no trabalho. Mas como estimular a equipe em espaços demasiadamente barulhentos e com grande fluxo de pessoas? Carlos de Souza, Country Manager da Jabra, traz algumas dicas que podem auxiliar as empresas a resolver o problema.

. Adapte os ambientes e ofereça privacidade

“Na pesquisa concluímos que o controle de ruído e o clima são dois importantes inibidores de produção. Assim sendo, é importante que executivos ofereçam ferramentas para que seus funcionários possam adequar  os espaços às suas necessidades. Em empresas onde são realizadas muitas chamadas telefônicas, por exemplo, é possível oferecer headsets com cancelamento de ruído. A criação de espaços privativos para a realização de reuniões e teleconferências também é uma sugestão para aqueles momentos em que a total concentração se faz necessária”. 

. Ferramentas a favor da equipe

O aumento da produtividade de uma equipe implica em investimentos em tecnologia. Com as ferramentas certas, as empresas só têm a ganhar. “Existem inúmeros dispositivos no mercado que podem contribuir para o aumento da produtividade de uma equipe. Devices com luz indicativa de uso, para evitar que a pessoa seja interrompida enquanto está em uma ligação, com cancelamento de ruído ativo, ou PeakStop, que remove sons altos e repentinos antes deles chegarem aos ouvidos, são algumas das opções”, pontua Carlos.

– Home Office – uma opção vantajosa

Para as empresas que buscam mais flexibilidade, também existe a opção de home office. “A colaboração remota é uma realidade e já existem muitas empresas adotando esse sistema. Oferecendo ao funcionário um kit com itens básicos de comunicação, a empresa viabiliza o trabalho a distância e, com isso, promove o aumento do bem-estar do funcionário. A matemática é simples: funcionários felizes produzem mais e melhor”, comenta. 

– Mantenha uma comunicação clara com sua equipe

Além do uso de tecnologias de última geração, é preciso alinhar o seu uso com uma liderança de impacto. “Saber comunicar é imprescindível. Se fazer entender e se colocar como um bom ouvinte vão elevar a sua qualidade enquanto líder. Ao unir uma boa liderança às ferramentas que a tecnologia oferece atualmente, os resultados do seu negócio entrarão em uma crescente constante”, finaliza Carlos de Souza.

 

Jabra no Brasil e SigmaOne – Parte do GN Group, a Jabra é referência na criação de recursos de áudio no mundo. Há oito anos no Brasil, a marca se destaca pela inovação, qualidade e uma linha completa de produtos direcionados ao mundo corporativo. Com aproximadamente 2,3 mil clientes apenas no Brasil, a Jabra contabiliza o índice de taxa de conversão em venda de 80% quando os clientes vivenciam os produtos e conta com uma equipe de 180 engenheiros que trabalham continuamente para o desenvolvimento de seus produtos. Esse é o mundo Jabra, distribuído pela SigmaOne por meio de sua sede em Curitiba, unidade de negócio em São Paulo e revendedores em todo o Brasil. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald