No dia 19 de dezembro ocorre a maior a premiação de esportes eletrônicos da América Latina, o Prêmio eSports Brasil (PeB). Faltando pouco menos de três meses para o evento, os idealizadores, Esporte Grupo Globo e Go4it, company builder que cria e investe em negócios proprietários de esportes e games, anunciam o Banco do Brasil como patrocinador oficial da terceira edição do evento.

Além do Banco do Brasil, o Prêmio conta com o patrocínio da Oi e da Domino’s Pizza e será transmitido ao vivo pelo SporTV e pelos canais do e-SporTV no Youtube e Twitch. Para este ano, foram incluídas quatro novas categorias, sendo elas: Fighting Games, Battle Royale, Free Fire e Melhor Caster, totalizando 20 troféus a serem distribuídos. A votação será aberta ao público em novembro e poderá ser feita no site oficial do Prêmio eSports Brasil.

Para Alexandre Alves, diretor de Marketing e Comunicação do Banco do Brasil, a atuação do BB vai além do patrocínio ao evento e abre uma nova oportunidade de rejuvenescimento da marca. “O BB é um parceiro do segmento, pronto para ajudar esses novos talentos em suas conquistas, e, assim como fizemos com o vôlei, há 28 anos, estamos fomentando uma modalidade de esporte conectada com o mundo de hoje, ligada ao universo gamer, enxergando nos eSports o reforço necessário ao nosso posicionamento no ambiente digital”, destaca.

A chegada de um novo parceiro marca a terceira edição do evento, que visa premiar os maiores players da atualidade. “Receber o apoio de uma das maiores instituições financeiras do Brasil em um segmento que, embora movimente bilhões no mercado global, ainda recebia pouca atenção das marcas não endêmicas, é simplesmente incrível! Estamos muito animados com o crescimento da premiação e sua relevância para a indústria de eSports. E estamos convictos de que as marcas que optarem por se conectar com o universo jovem conosco, terão uma grande vantagem competitiva”, ressalta Fernanda Lobão, CMO da Go4it.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald