A exposição “São Francisco na Arte de Mestres Italianos”, apresentada ao Brasil pela primeira vez pela Casa Fiat de Cultura, em Belo Horizonte, foi eleita pela publicação The Art Newspaper, da Inglaterra, como uma das 100 mostras mais visitadas do mundo em 2018, na categoria Old Masters, ao lado de mestres como Michelangelo, Raphael e Caravaggio.

Sucesso de público na capital mineira, a exposição seguiu para o Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, e concluiu sua temporada no Brasil na sexta-feira, dia 12 de abril, em São Paulo, no Museu da FAAP. A mostra apresentou um conjunto de importantes obras, realizadas entre os séculos XV e XVIII, de grandes mestres como Tiziano Vecellio, Pietro Perugino e Guercino, vindas de 15 museus italianos.

“O destaque da Casa Fiat de Cultura neste ranking confirma a relevância de nossa programação, que vai ao encontro das expectativas do público e põe Minas Gerais no roteiro internacional das artes. Também confirma a reputação da Casa Fiat de Cultura como instituição que preza não só a importância artística, histórica e educacional, mas, também, a valorização do patrimônio cultural, a qualidade técnica de montagem e a conservação das obras. Este reconhecimento também é resultado da ampla acessibilidade oferecida, por meio das ações do Programa Educativo, a todos os públicos”, ressalta o presidente da Casa Fiat de Cultura, Fernão Silveira.

Além da Casa Fiat de Cultura, entre os espaços nacionais integram o ranking os CCBB, o Instituto Tomie Ohtake, a Pinacoteca do Estado de São Paulo e o MASP.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald