A Central Nacional Unimed (CNU), operadora nacional dos planos de saúde empresariais da marca Unimed, acaba de firmar uma parceria com a empresa de compartilhamento de guarda-chuvas, Rentbrella. Por meio dela, 350 pontos na cidade de São Paulo contarão com estações que disponibilizarão guarda-chuvas, inicialmente em quatro regiões da cidade: Av. Paulista, Vila Olímpia, Berrini e Faria Lima. Essa iniciativa faz parte de uma série de medidas que a Central Nacional Unimed vem adotando, tendo em vista a experiência do cliente e da população de São Paulo, além da promoção à saúde e inclusão de hábitos mais saudáveis no dia a dia das pessoas. A cada locação, os usuários que são clientes Unimed terão as primeiras 24 horas de uso gratuitas para se proteger da chuva e do sol, já que o guarda-chuva também protege contra a radiação ultravioleta.

“Cuidar da doença é importante, porém mais ainda é promover a saúde”, explica Alexandre Ruschi, presidente da Central Nacional Unimed. “É isso o que temos feito por meio do movimento nacional da Unimed #Mude1Hábito, que fomenta uma onda de cuidado em todo o Brasil, e também disponibilizando mais acesso à cultura com o Teatro Unimed e o UnimedHall. Agora, o fornecimento de guarda-chuvas compartilhados chega para somar à todas essas ações. Queremos estar próximos das pessoas não somente quando precisam de assistência à saúde, mas também em momentos felizes e de lazer”.

Segundo o co-founder da Rentbrella, Freddy Marcos, essa parceria torna o compartilhamento de guarda-chuvas uma realidade para o público final. “A parceria com a Unimed fortalece a nossa missão de proporcionar o compartilhamento de guarda-chuvas, permitindo o crescimento da mobilidade urbana, inovação e consumo consciente”, afirma Marcos.

As estações estão localizadas em 4 regiões de São Paulo: Av. Paulista, Vila Olímpia, Berrini e Faria Lima. As primeiras 24 horas de uso são sempre grátis. Tanto no segundo, quanto no terceiro dia, é cobrada uma diária de R$ 2,00 por dia. Ao final do terceiro dia, caso não haja devolução, é somada uma multa de R$ 34,00 ao valor da utilização e o usuário pode ficar com o guarda-chuva. Sábados, domingos e feriados não são considerados dias de uso, portanto não há cobrança.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald