Empresas que atuam no ambiente digital ou que estão em transformação enfrentam diariamente o desafio de mensurar os resultados de suas iniciativas on e offline. O que muitos não sabem é que somando dados estatísticos às estratégias digitais  é possível transformar qualquer estratégia em números e criar um planejamento capaz de traduzir as métricas ideais a serem estudadas e aplicadas nos negócios. Foi pensando nisso, que os empreendedores Marcel Ghiraldini, Sérgio Larentis e André Boger criaram a Math Marketing, uma consultoria de Data Science Marketing que transforma qualquer estratégia em números por meio da ciência de dados.

Com objetivo de otimizar negócios e resultados, a empresa realiza toda operação com apoio de três pilares: Data Driven Strategy – que traduz estratégias em modelo de dados, definindo quais informações precisam ser capturados; Business Analytics – que executa a ciência dos elementos aplicados a marketing para compreender qual responsabilidade de venda deve ser atribuída a cada impacto de comunicação; e o Omnichannel – que reduz o trabalho operacional das ações e garante uma conversa única, independente da mudança de canal.

Segundo Marcel Ghiraldini, Growth & Strategy da consultoria, a Math Marketing traz a ciência aplicada para áreas antes impensadas das empresas, transformando problemas complexos em soluções simples e aplicáveis de acordo com qualquer demanda e segmento. “Ter uma grande base de leads e prospects não significa que ela seja rentável. A internet centraliza uma camada gigantesca de pessoas com diferentes interesses e, automatizar os processos permite operar em escala e mantendo personalizado, maximizar resultados de campanhas, impactar e atrair públicos-alvo de forma mais assertiva, sempre com o objetivo de gerar valor ao cliente e a marca”, explica Marcell.

O empreendedor lembra que ter acesso a dados bem-interpretados facilita a compreensão do comportamento do cliente e auxilia na construção de um planejamento estratégico que possibilita contornar uma objeção, adequar uma oferta específica e focar esforços onde certamente existirá mais resultados. Além disso, torna-se fácil projetar cenários futuros, facilitando o processo de tomada de decisões. “Essas informações geram diversos insights que definirão estratégias de atração, compra e recompra”, comenta Marcel.

Com a criação de algumas regras como qualificação e scoring de leads, gestão integrada dos funis de conversão e implementação de ferramentas de oferta contextual multicanal, é possível entender o perfil do seu público alvo e compreender quais estão preparados para comprar e quais ainda estão em momento de consideração. “Prever o comportamento do consumidor é o desejo de todo profissional de marketing e vendas, por isso, estruturamos a jornada de compra dos clientes e trazemos uma iniciativa eficaz para a otimização de conversões”, finaliza Marcel.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdGeek

+ Ver mais

Saraiva prepara para fãs estreia de STAR WARS

por Nicole Fanti Siniscalchi

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald