A Staedtler chega ao Brasil para estreitar ainda mais seu relacionamento com o mercado brasileiro, sendo assim, as papelarias de todo país poderão contar com as vantagens da primeira subsidiária presente na América Latina. A vinda da companhia, que já está presente em outros 27 países, abre portas para grandes negócios no setor, deixando o Brasil no radar para as novidades e investimentos da empresa, além de trazer segurança para os consumidores B2B e B2C. Com aplicações em diferentes áreas, a comunicação da Staedtler ganhou atenção especial no grande evento realizado no dia 04 de julho, na Pinacoteca, em São Paulo, com a expertise da MCM Brand Group como sua agência de Live Marketing e a KR2 Comunicação como Relações Públicas para esse novo momento da empresa no país.

O evento foi precedido por uma coletiva de imprensa, onde os jornalistas puderam entender melhor sobre a consolidação da empresa no país, organizada pela KR2 Comunicação. Axel Marx, CEO Global da companhia, e Alexandre Facci, diretor administrativo do Brasil, estavam disponíveis para esclarecer dúvidas sobre as intenções da organização, que aportou recentemente a maior fábrica de materiais escolares e de escritório do Peru, a Artesco.

Na sequência, um coquetel para cem convidados apresentou a chegada da organização, com projeções para o futuro em clima de descontração, já que, atualmente, na Pinacoteca acontece a exposição interativa “Sopro”, do artista Ernesto Neto, que toma conta de mais de sete salas do museu. Logo ao entrar, os convidados foram guiados para uma de suas principais obras, a “Cura bra cura té”, que ocupa uma das maiores salas do local.

O tom criativo não parou por aí, dois artistas convidados fizeram live painting durante o coquetel, usando os materiais da Staedtler para mostrar ao público resultados incríveis. A MCM Brand Group levou também o selo Lado B para a organização deste evento, que contou com iniciativas sustentáveis, como banners de tecido, crachás feitos com facilitador gráfico e com um casting representando a diversidade, além de serem responsáveis por todo projeto, logística, cenografia e execução.

As agências ganharam a conta com uma proposta construída a quatro mãos, entendendo profundamente o posicionamento da Staedtler e a reais necessidades da empresa no país. “A companhia sempre esteve um passo à frente da sua época, olhando para o futuro e querendo atingir diferentes culturas. Quem entender e viver desta forma, estará conosco”, explica Alexandre Facci, diretor administrativo do Brasil. “Estamos muito entusiasmados com os parceiros que encontramos no país”, conclui. A expectativa é que a chegada ao Brasil movimente o mercado e desperte o lado mais criativo do público.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald