A indústria de cosméticos tem demonstrado desempenho positivo, somente no primeiro semestre foram abertas mais de 182 mil empresas do setor no País, segundo levantamento da Neway. Para atender a demanda desse mercado que está crescendo acima da média, as martechs, startups que prestam serviços de marketing e tecnologia estão reinventando o mercado de beleza. Atualmente o Brasil possui 194 startups que prestam esse tipo de atendimento.

Dentre os principais serviços oferecidos por essas empresas, estão a conexão entre marcas e o consumidor final por meio de ferramentas tecnológicas, que também são utilizadas para facilitar a comunicação com influenciadores de pequeno porte e aumentar o engajamento com o público em plataformas digitais. No Brasil, a startup de beleza digital B4A (Beauty For All) atualmente detém o maior player no mercado, que nos últimos meses cresceu 80% anualizado.

Por meio da B4A Marketing Services, a startup presta diversos serviços de marketing para empresas da indústria de beleza, ajudando as marcas a se conectarem com influenciadoras digitais e consumidores finais por meio de duas plataformas: Glambox (maior clube de assinaturas femininos da América Latina) e Men’s Market (maior e-commerce e clube de assinatura masculino do País) que juntas possuem 28 mil assinaturas.

Com uma base grande de clientes e diversos dados como os perfis dos consumidores, tipo de pele, textura do cabelo, preferências, entre outras informações, a empresa consegue montar pacotes de serviços customizados. Além de apresentar os produtos ao mercado por meio dos clubes de assinatura, a B4A Marketing Services oferece um serviço de inteligência para empresas do setor de beleza, espaços de mídias exclusivos e eventos mensais que conectam influenciadores de beleza com as marcas parceiras.

“Os nossos principais diferenciais são o engajamento com o consumidor final, o trabalho constante com influenciadores do mercado de beleza e a utilização de ferramentas automatizadas que facilitam uma comunicação eficiente e o levantamento de dados relevantes para a  indústria cosmética”, comenta Jan Riehle, CEO da B4A.

Para garantir esse contato próximo entre o consumidor e as marcas, a empresa promove mensalmente o B4A Beauty Meetup, evento que traz as tendências do mercado de beleza e ativação com marcas parceiras com exposição 360º. “Durante o evento, os produtos ficam expostos para experimentação do público convidado, como influenciadores, consumidores, empresários do setor, gerando visibilidade para as marcas”, comenta Riehle.

A startup também possui uma base de inteligência de mercado que promove pesquisas segmentadas de geração de valor, conforme o perfil de cada cliente. “Já realizamos ações com marcas como Wella, Lee Stafford e Bed Head nas quais conseguimos impactar mais de oito milhões de pessoas, com estratégias nas redes sociais de forma orgânica”, explica Paula Sampaio, Vice-Presidente B4A Marketing Services: No total, a B4A já realizou mais de 1700 estudos para a indústria de beleza.

Para atender a base de mais de 28 mil consumidores e mais de 500 clientes na indústria de beleza, a B4A também dispõe de uma infraestrutura completa, com mais de 90 colaboradores e um centro de distribuição próprio, localizado em Santana de Parnaíba. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdEducation

+ Ver mais

Quarentena ocasiona overload de cursos gratuitos

por Nicole Fanti Siniscalchi

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald