O mundo do marketing mudou muito nos últimos 10 anos e isso não é uma grande novidade. Atualmente as marcas visam, em grande escala, anunciar seus produtos com os digital influencers (indivíduos que possuem perfis/contas com grande número de seguidores nas redes sociais). Existem diversos casos de êxito, assim como os casos como o de Arii, jovem de 18 anos, com 2.6 milhões de seguidores que falhou ao anunciar uma camiseta patrocinada.

A influencer explicou ao público que a marca com a qual estava trabalhando rompeu a parceria e a produção da linha de roupas porque, a despeito do imenso número de seguidores, ela não conseguiu vender um mínimo de 36 peças da roupa (exigência da empresa). A jovem então postou a seguinte mensagem: “Infelizmente, a empresa com a qual fiz parceria trabalha baseada nas suas vendas no lançamento. Para que eles encomendassem e fizessem meus produtos (e até mesmo para que eu continuasse trabalhando com eles), eu teria de vender pelo menos 36 peças (sabendo que me tornei super irrelevante, eu já sabia que seria difícil), mas recebi um feedback tão legal, as pessoas dizendo que adoraram os produtos e os comprariam. Ninguém cumpriu com o que prometeu, por isso agora a empresa não poderá enviar os pedidos para as pessoas que realmente compraram alguma coisa. E isso me deixa muito triste”.

O post original foi apagado de sua conta, porém isso não impediu os internautas de filosofarem sobre o acontecimento.

A maioria das críticas foi construtiva e explicativa, levando em consideração que boa parte dos usuários envolvidos com o debate trabalham com marketing digital. Alguns deles, inclusive, fizeram marcações no perfil da moça para apontar quais fatores do feed atrapalharam as vendas da peça.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald