Pelo otimismo para com a proposta em processo de aprovação sobre o mercado de apostas no Brasil, que teve seu desenvolvimento estagnado por cerca de 50 anos, empresas de plataformas virtuais de apostas especializadas em esporte como a NetBet e a Betway, já fazem parcerias com clubes de futebol brasileiro e investem em publicidade para se aproximar do público.

Apesar de não ser muito popular no Brasil, a prática de websites como o Sportingbet possui grande notoriedade nos EUA e pela Europa, onde já se tornou parte da interação entre o público e o esporte. Os lances da modalidade são definidos com bases tanto nos resultados da partida como nos parâmetros em seu decorrer, quais os apostadores podem investir dinheiro caso confie que esse resultado será concretizado e receberá uma compensação caso o palpite se concretize. Isso vale para diversas oportunidades, como quantidades de gols por um time, vencedor, jogadas específicas e jogadores, por exemplo.

Não apenas se restringindo a esportes tradicionais como futebol, rugby, voley, etc, as apostas esportivas também incluem os torneios de e-sports, realizados com jogos virtuais como Counter-Strike e League of Legends, que também possuem crescimento de popularidade progressivo pelo Brasil, com os jogos já citadores e outros como Fortnite ou o PUBG.

A abertura desse mercado por aqui significa possivelmente mais empresas investindo seu dinheiro no país, trabalhos de marketing para promover as marcas, a possibilidade de abertura de casas de apostas físicas pelo país e trabalhos relacionados ao desenvolvimento e manutenção das plataformas virtuais de apostas.

Com os desenvolvimentos tecnológicos, as apostas se tornaram mais seguras ao público, tendo acompanhamento em tempo real das partidas pelos espectadores e podendo conferir instantaneamente se um determinado resultado foi confirmado ou não.

Atrelar a paixão nacional do esporte com o mercado de apostas é uma estratégia que se mostrou potente até então, pois além de ser uma forma de se conseguir um retorno em dinheiro obviamente mais direto e fácil que nas lotéricas atualmente encontradas no país, representa a diversificação das opções de entretenimento do público.

Segue um vídeo sobre as preocupações e outras explicações, sobre a regulamentação:

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdEducation

+ Ver mais

Quarentena ocasiona overload de cursos gratuitos

por Nicole Fanti Siniscalchi

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald