O encerramento da Copa do Mundo Feminina aconteceu neste domingo, (07), e as mulheres dos Estados Unidos se tornaram tetracampeãs mundiais superando a Holanda por 2 a 0. Em comemoração ao título da equipe liderada por Alex Morgan, Carli Lloyd e Megan Rapinoe, a Nike lançou após o fim do jogo um comercial exaltando as jogadoras.

A marca esportiva em parceria com a Wieden & Kennedy Portland criou o conceito “Never Stop Winning” em uma celebração que vai além do futebol feminino, falando sobre o empoderamento das atletas, como a ativista e feminista, Megan Rapinoe que ganhou as manchetes por causa de sua posição política e também conhecida pelo New York Times como a “atleta representativa de nossos tempos”.

No comercial a narradora afirma que “Uma geração inteira de meninas e meninos sairão para brincar e dirão coisas como: Eu quero ser que nem a Megan Rapinoe quando eu crescer”. Referindo-se sobre sua troca de farpas com o presidente Donald Trump após a declaração de que não iria à Casa Branca em caso de título. Confira a campanha:

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald