Cabify dá um passo à frente em suas soluções de mobilidade urbana e lançou este mês uma atualização de seu aplicativo 100% acessível a pessoas cegas. Como parte de seu compromisso em atender efetivamente às necessidades do transporte dos usuários, e da celebração do Dia Mundial da Deficiência, comemorada amanhã, (03), a Cabify possibilita que pessoas cegas contem com uma tecnologia e com um serviço completamente adaptado às suas necessidades. A empresa possui um compromisso em oferecer a todos um deslocamento pelas cidades de maneira segura, confiável e eficiente.

Natalia Gutierrez, head global de impacto sustentável e segurança da Cabify destaca a importância deste projeto na estratégia da companhia: “Não há dúvida de que a mobilidade há muito a crescer e inovar, para que tenhamos um impacto positivo no design das cidades do futuro e nas atuais comunidades. Hoje, demos um passo adiante com o lançamento de um aplicativo 100% acessível para pessoas cegas. Como uma empresa de mobilidade, queremos fazer parte da solução e ajudar a superar as barreiras que existem para muitos usuários”.

O projeto de adaptação do aplicativo, liderado por um especialista cego, Jonathan Chacón, engenheiro de software acessível da Cabify, contou com assessores também cegos que participaram ativamente no design e implementação desta nova versão do app, bem como de todo um programa de conscientização dos funcionários e motoristas parceiros. Foram mais de 300 mil motoristas e taxistas, por meio de campanhas, principalmente digitais, para tornar o serviço de mobilidade mais inclusivo. “A conscientização é muito necessária, pois o mundo da acessibilidade ainda é muito desconhecido e muitos de nós não sabemos como tratar uma pessoa com deficiência”, explica Chacón.

As modificações feitas na plataforma permitem que a função de leitor de tela, que reproduz, através da voz, o conteúdo visual de dispositivos móveis, possa agora ler o aplicativo Cabify, graças às modificações semânticas e de programação. Ao atualizar o aplicativo e ativar a função de leitor de tela em iOS e Android é possível que usuários cegos tenham 100% acessibilidade para se locomover de Cabify.

Esta iniciativa global, atualmente válida em todos os países em que a Cabify opera, faz parte de um projeto mais amplo de acessibilidade, pois, durante o ano de 2020, a empresa continuará avançando no desenvolvimento de tecnologias e serviços aplicáveis a outros perfis de deficiência: “Tenho analisado as oportunidades de melhora no aplicativo da Cabify e, no momento, estou trabalhando nas soluções. Classificamos essas melhorias em potencial em três etapas, sendo esta para pessoas cegas o primeiro passo. Aos poucos, estaremos gerando soluções adaptadas para pessoas com deficiência visual parcial ou cognitiva”, explica Chacón.

Cabify já está avançando nas fases seguintes de seu roadmap com uma direção clara para trazer mobilidade mais inclusiva, eficiente e sustentável a todos os seus usuários por meio da inovação. Não surpreende que o investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação seja uma das pedras angulares de sua atividade no setor, com o objetivo de tornar as cidades melhores lugares para se viver. Prova disso é que em 2018 a Cabify investiu em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) quase 30% sobre o valor de sua margem bruta, um número bem acima da média espanhola de investimento em relação ao produto interno bruto (PIB).

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald