Karol Conká BBB

BBB: Karol Conká assume o Top 10 rejeições, confira a lista completa

Saiba mais sobre as maiores rejeições da casa mais vigiada do Brasil, além das consequências do cancelamento dos ex-participantes do BBB

Atualmente, o BBB 21 tem chamado a atenção principalmente pelo cancelamento, tanto o realizado dentro da casa, entre os participantes, quanto ao exercido fora da casa.

Considerando que nesta edição, estão presentes diversos famosos, a cultura do cancelamento nas redes sociais tem tomado proporções enormes.

Nesse sentido, nas redes sociais é comum os familiares dos participantes compartilharem mensagens de ameaças recebidas pelo público que não concorda com as atitudes dos participantes.

Nesta edição, os familiares do cantor Projota compartilharam nas redes sociais do rapper os ataques sofridos nas redes sociais.

 

Embora a cultura do cancelamento esteja cada vez mais presente na sociedade, principalmente nas redes sociais, os ex-BBBs sofrem com ela desde as edições iniciais.

Em outras palavras, o reality show da Globo já impulsionou a carreira de diversas pessoas, mas também prejudicou intensamente a de outras, gerando desde processo contra o grupo Globo, até ex-BBB cogitar suicídio.

Sendo assim, conheça o Top 10 rejeições do BBB e as consequências para alguns ex-participantes:

 

10- Ana Paula (BBB 18) – 89,85%

Embora a ex-participante atualmente possua mais de 500 mil seguidores no Instagram, logo após sua saída do reality ela sofreu com o recebimento de diversas mensagens de ódio. Dessa forma, Ana se afastou das redes sociais por um longo período.

 

BBB

 

9- Airton (BBB 7)- 91%

Airton foi eliminado no primeiro paredão da edição de 2007, ao lado de Juliana. Porém, o ex-BBB voltou para a casa, mas acabou sendo eliminado após o paredão com Diego Alemão, que foi o campeão.

Atualmente, o ex-participante do reality show é designer e jogador de futebol americano pelo Botafogo.

 

BBB

 

8- Rogério (BBB 5) – 92%

O ex-BBB é um dos personagens mais conhecidos do reality, sendo conhecido até hoje como “Dr. Gê”, apelido criado pelo ex-brother Paulo André.

Após sua saída do programa, Rogério seguiu com sua carreira de médico. Na qual ele abriu um núcleo de medicina, saúde e performance, e passou a atender diversos famosos.

 

BBB

 

7- Rafa (BBB 12)- 92%

Um dos criadores do grupo na casa chamado “Selva”, Rafa disputou o sétimo paredão com Yuri. Considerado pela casa como “intimidador”, o ex-BBB foi considerado um dos melhores jogadores da edição.

 

Rafa BBB

 

6- Nayara (BBB 18) – 92,69%

A ex-BBB foi eliminada após um paredão triplo com Mahmoud, que obteve 4,03% dos votos, e Gleici, com 3,28%. Sendo que, Gleici viria a ser a campeã da edição 18.

 

BBB

 

5- Felipe Cobra (BBB 7)- 93%

Na época de sua eliminação, o ex-participante foi considerado um vilão após ser contra Diego Alemão, que posteriormente se tornou o campeão da edição de 2007.

Atualmente, Felipe é dono de uma academia de lutas no Leblon, na Zona Sul do Rio, e em 2019 se tornou campeão do Rio Fall International Open IBJJF Jiu-Jitsu No-Gi.

 

BBB

 

4- Patrícia Leitte (BBB 18) – 94,26%

A ex-participante foi eliminada em um paredão triplo com Diego, que teve apenas 3,3%, e Caruso, com 2,44% dos votos.

Patrícia Leitte está entre as participantes que mais sofreram com o cancelamento, dentro e fora das redes sociais. Sendo que, a ex-BBB cogitou suicídio na época, após receber mensagens de ódio nas redes sociais e na rua.

 

BBB

 

3- Aline dos Santos (BBB 5)- 95%

Em terceiro lugar, com uma taxa de rejeição de 95%, Aline disputou o paredão com Grazi Massafera, que era uma das mais queridas pelo público.

Juntamente com Patrícia, Aline sofreu excessivamente com a cultura do cancelamento. Logo depois de sua saída, ex-BBB teve sua casa pichada e chegou a se mudar do Rio da Janeiro para São Paulo, devido a exposição na cidade.

Além disso, a perseguição sofrida por Aline, levou a ex-participante a processar a Rede Globo. Posteriormente, a ex-BBB ganhou a ação judicial, que solicitava a exclusão de todo o material sobre sua participação no reality.

 

BBB

 

2- Nego Di (BBB 21)- 98,76%

O humorista gaúcho conhecido disputou o paredão com Sarah e Fiuk, que tiveram 0,37% e 0,87%, respectivamente. Sendo que, Sarah bateu o recorde de menor rejeição no paredão no momento.

Nego Di foi eliminado sendo considerado um dos “vilões” da edição, dado que o comediante abandonou Lucas Penteado, e realizou declarações ofensivas em relação a outros participantes.

 

Nego Di BBB

 

1- Karol Conká (BBB 21)- 99,17%

Com uma passagem repleta de polêmicas, a rapper e apresentadora foi a quarta eliminada do reality show com rejeição recorde. Sendo que, diversos famosos lideraram campanhas de votação contra Karol.

Além disso, a ex-BBB também bateu o recorde de maior rejeição em um paredão triplo, disputado com Gilberto e Arthur. Bem como Gil bateu outro recorde, com 0,29%, o brother assumiu a liderança do ranking das menores rejeições da história.

Seja como for, a disseminação de mensagens de ódio nas redes para Karol tem sido constante. Do mesmo modo, a rapper precisou sair escoltada do Projac, e agora tenta colocar em prática diversas ações para melhorar sua reputação.

 

Ao considerar os últimos acontecimentos na casa mais vigiada do Brasil, e a opinião do público, provavelmente novos integrantes do reality show irão integrar esta lista em breve. E aí, quem você acha que irá assumir uma colocação nesse Top 10?

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Previous Post

CVC sugere formas para Ana Maria “fugir da entrevista”

Next Post

Netflix comprou o novo filme de Zoe Saldana

Related Posts