A FCB Brasil prepara a segunda fase do "Trustparency", estudo a respeito da importância da transparência no discurso das marcas, realizado pela agência em 2012. O próximo passo será um levantamento detalhado, realizado em parceria com a CO.R Inovação, consultoria de pensamento estratégico co-criativo.
 
O objetivo é aprofundar e explorar uma das dimensões da confiança apontadas no "Trustparency", a empatia.
 
Esta dimensão foi apontada no estudo anterior, com base neurocientífica, como sendo uma das cinco dimensões positivas do processo de construção de confiança.  A empatia é definida pela capacidade de nos colocarmos no lugar do outro. Esta, segundo constatou o projeto, é uma capacidade fundamental para marcas que almejam desempenhar um papel sustentável nos dias de hoje.
 
A proposta é fazer um mapeamento nacional do que significa empatia aos olhos dos brasileiros. A partir daí, criar uma ferramenta que irá medir os diferentes níveis de envolvimento empático entre pessoas de diferentes raças, gêneros, idades, escolaridades, religiões e regiões geográficas. Com ele, será possível estabelecer um ranking de Empatia de Marcas, através do qual será avaliado o nível de percepção empática de marcas pelas pessoas, em categorias diversas.
 
Redação Adnews