O número de acessos à internet por banda larga chegou a 42,1 milhões em maio de 2011, o que representa um crescimento de 53,5% em relação ao mesmo mês do ano passado. De acordo com balanço mensal elaborado pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), 14,6 milhões de novos acessos foram ativados nos últimos doze meses, com uma média de um novo cliente conectado a cada dois segundos.

 
O levantamento considera os acessos em banda larga fixa e móvel, incluindo os modems de acesso à internet e os celulares de terceira geração (3G), que permitem a conexão em alta velocidade. A banda larga fixa somou no mês passado 15,8 milhões de acessos, com crescimento de 29% em relação a maio de 2010, quando havia no País pouco mais de 12 milhões de assinantes. Ao longo dos últimos 12 meses 3,5 milhões de novos usuários foram conectados nesse segmento.
 
Na banda larga móvel, a adição de novos clientes ultrapassou 11,2 milhões no mesmo período. Em maio de 2011, foram registrados 26,3 milhões de acessos móveis, com crescimento de 73,4% frente a maio de 2010, quando havia 15,1 milhões. Do total de conexões, 6,5 milhões são de modems de acesso à internet e 19,8 milhões são de celulares 3G, incluindo os smartphones.
 
Cobertura – Além da presença da infraestrutura de banda larga fixa em todos os municípios brasileiros, houve acelerada expansão na cobertura da banda larga móvel. As redes de 3G já estão instaladas em 1.523 municípios, que concentram 75,4% da população brasileira, com 143,7 milhões de habitantes.
 
Nos últimos doze meses foi registrado aumento de 60% no número de municípios em que há oferta dos serviços de internet rápida pelas redes das prestadoras de telefonia móvel. Esse desempenho permitiu a antecipação em mais de dois anos das metas de cobertura previstas no edital de licitação das licenças de 3G. De acordo com as regras, as prestadoras só precisariam atender a 70% da população e a 20% dos municípios em dezembro de 2013.
 
O levantamento da Telebrasil também mostra uma evolução significativa na competição. Metade da população brasileira (50,5%) mora em cidades onde há mais de três prestadoras ofertando os serviços de banda larga móvel. Esses municípios concentram 96,4 milhões de pessoas.”
 
O texto foi publicado originalmente pela Telebrasil.
Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald