Após a polêmica "concorrência criativa" para escolher um novo logo para sua identidade visual, a cantora Kelly Key está recebendo críticas em sua página no Facebook. O motivo: o vencedor escolhido teria plagiado o logotipo de uma agência de RP tcheca.

Tudo começou em 16 de julho, quando Kelly postou em sua fanpage um pedido para criação de um novo logo. O vencedor teria sua imagem estampada em materiais da cantora e ganharia mil reais.

As críticas foram praticamente instantâneas. Muitos alegaram não deveriam trabalhar de graça para a cantora e que não estavam passando fome.

Até mesmo um Tumblr foi criado para tirar sarro da situação. O Kelly Key Logo mostrava as melhores (ou seriam piores?) sugestões de logo para a moça (visite aqui).

Após a escolha do vencedor feita na última terça-feira (5) (veja a postagem abaixo ou clique aqui), muitos comentaram na postagem que o material produzido lembrava o logotipo de uma agência tcheca de RP, a KK Promotions (visite o site oficial aqui).

Gustavo Mota, CEO da We Do Logos, que organizou o concurso, enviou um comunicado sobre o assunto para o Adnews. Confira:
 
"Quando realizamos um concurso criativo na We Do Logos com o objetivo de gerar buzz, já estamos preparados para a polêmica que esta ação iria gerar. Foi assim quando lançamos o concurso e não seria diferente quando o mesmo seria finalizado. A parceria com a Kelly Key tinha o objetivo de viralizar mesmo e colocar em evidencia o relançamento da cantora.
 
Recebemos em nossa plataforma mais de 1000 criações feitas por 324 designers de todo país. Um enorme sucesso. Este foi um dos projetos com maior número de participação dos designers, mesmo em concursos promovidos na We Do Logos por empresas como Tecnisa e com um prêmio 7 vezes maior.
 
Esta mesma acusação foi feita quando a Agência Tátil divulgou a marca das Olimpíadas 2016 e quando a Lippincott Mercer divulgou o logotipo da Vale do Rio Doce. Esta mesma semelhança é encontrada em marcas como Chanel e Gucci, Ford e Carrier, Band e CBS dentre outras milhares de marcas.
 
Mas eu diria que antes de mais nada deveríamos começar do início. A base para criação de qualquer arte por parte dos designers em qualquer lugar do mundo é o briefing passado pelo cliente. Segue trecho:
 
“- Estrelas: Sempre foi uma marca forte dentro do antigo logotipo, difícil pensar em Kelly Key e não pensar nas estrelas, inclusive está em tatuagem na mão da cantora e na assinatura;”
 
“- Nome: Ter as duas opções: Kelly Key (nome completo) e as iniciais (KK), elas podem estar juntas também;”
 
Quando a cantora optou por uma identidade visual simples e com elementos universais, determinando o que gostaria de ver, obviamente as opções de criação acabam se limitando e caindo em um senso comum.
 
Após a decisão do designer vencedor pela equipe da Kelly Key, nós fizemos uma busca sobre a possibilidade do registro no INPI (o que é gratuito para todos os nossos clientes), como também uma busca pela internet. Tratando-se exclusivamente da letra K duplicada, é claro que poderiam existir criações similares mundo a fora. Realmente não encontramos este logotipo mencionado, mas existem outros com o mesmo conceito.
 
Levando em consideração as milhares de marcas criadas todos os dias mundialmente, seria inviável para qualquer empresa conseguir checar todas elas antes do desenvolver projetos. Como temos a liberação do INIP para registro e todo material e documentação do designer Azettermann, estamos muito tranquilos."

Você achou parecido? Comente.

Confira as postagens polêmicas:

 

 

Redação Adnews

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald