As notícias falsas, mais conhecidas como Fake News, tornaram-se um problema global, capaz de interferir no rumo de eleições, políticas públicas e comportamento. E para ajudar a combater esse fenômeno, a Artplan e o jornal Metro recorreram à tecnologia.

Todo mundo já teve que usar o captcha, aquele verificador que manda você selecionar imagens para provar que não é um robô.

Mas o Metro deu uma nova função para a ferramenta. Ao invés de escolher imagens, os leitores do site do Metro devem selecionar aonde está a notícia falsa. Só então eles poderão seguir e postar comentários na matéria.

“Os veículos de imprensa têm não só a responsabilidade de combater as fake news, mas de usar de forma inteligente o seu maior ativo, que é a credibilidade”, diz Cláudio Bianchini, presidente do Metro Brasil. Zico Farina, diretor geral de criação da Artplan SP, acrescenta que “O uso da tecnologia é um dos principais caminhos para esse combate. E poder ressignificar uma ferramenta como o captcha é uma forma de usar o próprio sistema a nosso favor.”

Para usar a ferramenta, basta acessar o site e comentar qualquer notícia. Veja o vídeo da campanha:

Ficha Técnica
Agência: Artplan
Anunciante: Jornal Metro
Campanha: Captcha Contra Fake News
Diretores de Criação: Zico Farina, Marcos Abrucio
Criação: Ary Nogueira, Rafael Pascarella
Direção de Atendimento: Luiz Villano
Diretora de Produção: Clariana Regiani
RTVC: Karoline Justino e Patricia Oliva
Produção: Bruno Werner
Aprovação do Cliente: Cláudio Bianchini e Luiz Rivoiro
Produtora: BossaNovaFilms
Diretor: Chico Gomes
Produção executiva: Eduardo Tibiriça e Sandra Othon
Pós-Produção e finalização: Pluma / Sefora Rios (versão português)
Coordenação de pós-produção: Valquiria Pacheco
Atendimento: Dani Harriz e Kiska Kaysel
Áudio: Cabaret

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdPublicidade

+ Ver mais

Aperol em campanha traz de volta Horário de Verão

por Nicole Fanti Siniscalchi

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald