Novo Rebelde chega na Netflix: Vale a pena assistir?

Lançado esta semana no streaming, nova versão ganha popularidade entre os espectadores

O grupo mexicano Rebelde – que marcou gerações de adolescentes – chegou esta semana com um remake da Netflix! É claro que a notícia fez com que os fãs se enchessem de ansiedade e nostalgia, especialmente tratando-se de uma novela tão clássica e marcante. Mas… será que vale a pena? O Adnews te conta!

Alerta: Contém alguns spoilers!

Novo Rebelde chega na Netflix: Vale a pena assistir? - ADNEWS
Imagem: Divulgação/Netflix

Enredo

A Elite Way School se abre para a nova geração de rebeldes. Buscando uma carreira musical e visibilidade na mídia, os jovens precisam vencer a Batalha de Bandas e provar o seu talento. A diferença é que, situados em 2022, em meio ao crescimento das redes sociais, a série proporciona diversos estilos e looks da moda em apps como o Instagram, por exemplo.

A história também busca se conectar com os rebeldes originais, trazendo novas figuras ligadas por parentesco, como Luka Colucci, parente de Mia Colucci. Outro exemplo é o retorno da misteriosa “seita”, que promove trotes aos calouros e preocupa a direção da escola.

Mantendo divergências clássicas entre pais e filhos, conflitos amorosos e competições tensas, Rebelde mantém o aspecto clássico de uma trama voltada para o público jovem – mas não vai muito além disso.

Elenco

O elenco com certeza foi um dos pontos fortes da série, e um dos principais motivos que levou os espectadores a darem uma chance ao remake. Com figuras brasileiras como Giovanna Grigio, atriz que já esteve em outras novelas como Chiquititas, a série também soube como criar uma interação entre as gerações.

Para promover a nova versão, a Netflix divulgou um vídeo onde Sophia Abrahão, a Alice da versão de 2011, passa o bastão para Grigio em um novo ciclo.

Novo Rebelde chega na Netflix: Vale a pena assistir? - ADNEWS
Imagem: Netflix

Não poderíamos esquecer de outra surpresa para os fãs: o retorno de personagens do elenco original. Celina Ferrer e Pilar Gandía também aparecem nas telas interagindo com a nova geração.

Novo Rebelde chega na Netflix: Vale a pena assistir? - ADNEWS
Celina Ferrer/Rebelde 2022

Vale a pena assistir?

Se você não possui Rebelde como parte importante da sua memória de infância e adolescência, a série se torna apenas mais um lançamento teen da Netflix com personagens e conflitos que você já viu antes em outros lugares. Já para os fãs, o remake traz o fator nostalgia, que para alguns é uma vantagem e para outros é uma “ruína” dos episódios antigos.

A nova versão com certeza tenta se encaixar no estilo adolescente atual. O problema é que há uma desproporção forçada em alguns momentos. Diálogos não muito naturais e personagens estereotipados estão presentes. É sempre um risco atualizar algo tão clássico que precisa de inovação e ao mesmo tempo do sentimento de “estou de volta a um lugar especial”.

Rebelde da Netflix sabe como prestar homenagens ao elenco original, tendo como exemplo o mural com as roupas e instrumentos usados pela antiga geração. Entretanto, todos parecem uma versão mais caricata que está sempre tentando dizer “eu sou dessa forma” ao invés de passar essa imagem de forma natural.

Como consideração final, a série sabe prender os fãs desse estilo, com romances e cenas que atiçam a curiosidade. Ainda assim, não surpreende mais do que isso e é o tipo de entretenimento simples para assistir, que não atinge grandes níveis de qualidade – mas conquista o espectador pela sensação confortável no coração.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Post anterior

Samsung lança The Freestyle, a nova tela portátil

Próximo post
Marketing digital: o diferencial dos novos negócios

Marketing digital: o diferencial dos novos negócios

Posts Relacionados