Nos últimos quatro anos, Olimpíada arrecadou quase US$ 1 bi

Receita dos top patrocinadores subiu 10,5% no quadriênio

Os Jogos Olímpicos possuem 11 patrocinadores globais que desembolsam grandes quantias para terem suas marcas divulgadas no evento. Mas como essa engenharia funciona? 

 

Cada categoria tem um "Top Sponsor", um representante máximo. No caso dos refrigerantes, a marca "top" é a Coca-Cola e no caso dos televisores, é a Panasonic. Cada uma assina um contrato global que possui duração mínima de oito anos.

 

O preço de cada cota é desconhecido, mas, de acordo com o The Economist, o total arrecadado com a contribuição das 11 empresas durante o período de 2009-2012 foi de US$ 957 milhões.

 

A receita dos patrocinadores "top" subiu 10,5% no quadriênio 2009-12. A empresa que mais cresceu nos últimos 10 anos de patrocínio foi a Visa, que desde 1998 acumulou aumento de 24,2% em sua receita.

 

Um estudo conduzido pela Universidade de Columbia, em parceria com uma empresa de marketing esportivo, revelou que as empresas que investem dinheiro em eventos esportivos costumam se dar bem. 

 

A avaliação contou com 51 marcas americanas que gastaram US$ 15 milhões no ramo e descobriram que obtiveram crescimento mais acelerado (entre 6,5% e 7,8% ao ano). E os patrocinadores “top” (16 marcas no total), que gastaram em média US$ 160 milhões com patrocínios, registraram aumento de 22,1% por ano na receita líquida.

 

Redação Adnews

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior

Twitter quer "narrar" Jogos Olímpicos

Próximo post

Banco do Brasil inicia movimento #vesteacamisa"

Posts Relacionados