Os caminhos do branded entertainment da Discovery Networks

Avatar
Área especializada ajuda a melhorar a estratégia de comunicação dos anunciantes

Ferramentas como branded content, storytelling e native ads são cada vez mais poderosas no mundo atual da comunicação, em que o consumidor assiste a tudo onde, quando e como quiser. E se por um lado as marcas e agências precisam entender esse novo comportamento para conquistar a mente e o coração do consumidor, por outro, os veículos precisam ter ciência de seu papel estratégico dentro desse novo contexto.

A Discovery, por exemplo, utiliza a sua vocação de contar histórias e produzir conteúdo para satisfazer seus telespectadores em primeiro lugar, e também para pensar em estratégias que ajudem os seus anunciantes a promover um produto ou valorizar sua marca. Para isso, a empresa conta com uma área estruturada de Branded Entertainment (clique aqui para ver o site), que é comandada por Cris Orlandi, para formatos longos e Eduardo Teixeira para os curtos.

“Nossa missão é satisfazer a curiosidade do público, além de educar e entreter os telespectadores com histórias reais. A área de Branded Entertainment da Discovery surgiu para permitir que as empresas pudessem fazer parte desse universo. Assim, nos especializamos em construir histórias relevantes e que engajam, onde o protagonista é o consumidor e não a marca” afirma Cris Orlandi.

Com a importância de estimular projetos que saiam da caixa, a Discovery Networks ainda conta com o Prêmio Discovery de Criatividade e Inovação em Mídia. Um exemplo é o case de Jeep, que faturou a premiação na categoria Estratégia de Mídia Inovadora em 2016. A marca abraçou a ideia de realizar um projeto no Discovery Theater HD, canal que até então nunca tinha tido publicidade.

Os projetos são criados a partir de uma parceria com os anunciantes e cada detalhe é minuciosamente pensado, incluindo o casamento da estratégia de promoção do serviço ou produto com o melhor formato, como séries, documentários, cápsulas e programetes. De acordo com a Discovery Networks, a iniciativa tem dado resultado. Em 2014 a área de Branded Entertainment produziu um trabalho de longa duração e mais 36 projetos curtos, já no ano de 2015 a área registrou seis trabalhos longos e 50 projetos curtos.

Resultados como esse da Discovery Networks, e as principais tendências de consumo de mídia deixam o mercado atento para a necessidade de fazer do branded content um forte aliado na criação de uma estratégia de comunicação.

Publieditorial

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior

Ativistas americanos criam Bíblia Gay

Próximo post

Nutry volta à publicidade televisiva com ‘Missão Família Nutry’

Posts Relacionados

Por favor, desabilitar Adblock para visualizar conteúdo do site.